03:08 16 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Vegetação em chamas na floresta Amazônica

    Forças Armadas são solicitadas por 5 estados para ajudar no combate aos incêndios

    © AP Photo / Dario Lopez-Mills
    Brasil
    URL curta
    8112
    Nos siga no

    O governo federal confirmou neste sábado (24) que os estados de Roraima, Rondônia, Tocantins e Pará pediram ajuda do Executivo federal para combater incêndios florestais.

    Segundo o Ministério da Defesa, cerca 44 mil militares das Forças Armadas estão continuamente na Região Amazônica e poderão ser empregados nas operações.

    A confirmação foi feita pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, durante entrevista à imprensa. Salles participou de uma reunião na manhã deste sábado com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, para tratar sobre medidas que seriam implementadas no combate aos incêndios que estão ocorrendo na região.

    Na sexta-feira (23), o presidente Jair Bolsonaro assinou o decreto que autoriza o emprego das Forças Armadas para ajudar no combate aos incêndios na Floresta Amazônica.

    O decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) foi anunciado durante um pronunciamento em rede nacional e vale para áreas de fronteira, terras indígenas, unidades federais de conservação ambiental e outras áreas da Amazônia Legal.

    Segundo o ministro da Defesa, a adesão dos governos locais é importante para que o trabalho de combate a crimes ambientais e a incêndios não se limitem às áreas federais.

    Mais:

    Bolsonaro se pronuncia sobre Amazônia e é recebido com 'panelaços' pelo Brasil (VÍDEOS)
    Em pronunciamento, Bolsonaro autoriza uso das Forças Armadas contra incêndios amazônicos
    Crise ambiental pode ser justificativa que contrários ao acordo Mercosul-UE precisavam, diz especialista
    Tags:
    Forças Armadas, incêndios florestais, Amazônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar