17:37 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Desmatamento voltou a crescer na Amazônia nos dois últimos anos

    Multas contra desmatamento caem 23% com Bolsonaro, diz jornal

    Wilson dias/Agência Brasil/Fotos Públicas
    Brasil
    URL curta
    364
    Nos siga no

    As chamadas multas contra a flora aplicadas pelo Ibama caíram 23% no 1º semestre do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

    A informação foi divulgada pelo jornal Folha de São Paulo utilizando dados públicos de multas do Ibama.

    No total, foram 5.826 multas este ano. O índice dos seis primeiros meses de 2019 é o mais baixo do últimos 5 anos. Esse tipo de multa é aplicada sobre infrações como desmatamento, incêndios e comércio de madeira.

    O governo Bolsonaro mantém uma retórica crítica à atuação do Ibama e organizações ambientais, que para ele agem de forma enviesada. O presidente fez declarações recentes contra o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), afirmando que não confia nos dados da organização. O INPE aponta que o desmatamento tem crescido em relação em 2018.

    A publicação do jornal também aponta que, além da retórica do governo, mudanças no quadro de funcionários do Ibama podem ter contribuído para a queda.

    Mais:

    Desmatamento da Amazônia no Brasil aumenta em 60% em junho, diz INPE
    Amazônia: desmatamento cresce em julho no Brasil e ameaça acordo com a UE
    Bolsonaro quer embargar dados oficiais sobre desmatamento na Amazônia
    Ambientalistas preocupados: 'guru ambiental' de Bolsonaro aprova exploração estrangeira na Amazônia
    Tags:
    Ibama, INPE, Jair Bolsonaro, Amazônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar