10:23 10 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, durante evento em Brasília em 9 de abril de 2019

    Bolsonaro demitirá general que preside os Correios por posicionamento contra privatização

    © Foto / Carolina Antunes/PR
    Brasil
    URL curta
    958
    Nos siga no

    Durante café da manhã com jornalistas nesta sexta-feira (14), o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, afirmou que pretende demitir o general Juarez Cunha, presidente dos Correios.

    Segundo Bolsonaro, o motivo de sua decisão a Juarez "se comportar como um sindicalista".

    O atual presidente dos Correios tirou uma foto junto a congressistas do campo da esquerda e teria dito que a empresa não seria privatizada.

    A ideia de privatização dos Correios é ventilada por Bolsonaro desde a campanha. Já em 2019, o presidente autorizou um estudo para viabilizar a privatização da companhia.

    A demissão de Juarez Cunha, no entanto, ainda não foi oficializada.

    Na quinta-feira (14), Bolsonaro demitiu o primeiro general do alto escalão do governo. O general Santos Cruz foi exonerado do cargo de ministro da Secretaria de Governo devido a atritos com o filósofo Olavo de Carvalho, considerado o ideólogo do bolsonarismo.

    Mais:

    Decreto de Bolsonaro que extingue conselhos demonstra 'gramática de gestão excludente', diz jurista
    Após dias em silêncio, Bolsonaro sai em defesa de Moro: 'Ninguém forjou provas'
    Por determinação judicial, Bolsonaro pede desculpas públicas à deputada Maria do Rosário
    Santos Cruz é demitido de ministério do governo Bolsonaro e será substituído por outro militar
    Tags:
    privatização, Correios, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar