09:51 26 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Nossas alianças

    'Estou tão feliz': empresária de BH está prestes a se casar com ela mesma

    CC BY 2.0 / Promise Tangeman
    Brasil
    URL curta
    748

    No próximo domingo (26), a empresária Jussara Dutra Couto vai entrar na igreja vestida de branco, realizando um sonho antigo. Mas não haverá um noivo a esperando no altar, pois ela vai se casar com ela mesma.

    Casamentos sologâmicos já foram realizados em vários países, mas no Brasil esta celebração é a primeira. "Estou tão feliz e tão bem comigo que quis fazer festa para mim e casar comigo", disse a empresária de Belo Horizonte.

    Segundo o portal Estado de Mina, Jussara irá sozinha para o altar, mas depois será recebida pela filha Maria Laura, de 21 anos, e vai pegar o buquê das mãos dela. E a cerimônia será realizada pela amiga da noiva.

    Ao invés da troca de alianças para marcar o evento especial, Jussara fez uma tatuagem de mulher com asas que significa "luta e renascimento". Ela fará os votos olhando para o espelho. Todos os 100 convidados também vão receber espelhos para "fazer votos de amor próprio".

    Depois da cerimônia a céu aberto, um DJ vai comandar uma festa com drinks e comida para os convidados. Já o bolo terá uma única mulher com asas de borboleta no topo.

    Casamentos sologâmicos não têm previsão legal e ainda não se popularizaram, por isso muita gente estranha a ideia de Jussara. Ela diz que o status de casada não a impede de se relacionar com outras pessoas, e que o casamento é uma marca do amor próprio.

    Muitas mulheres, diz ela, sonham em pôr um vestido branco de noiva, sendo o casamento sologâmico a solução para que o sonho seja realizado sem necessidade de ter um companheiro.

    Jussara criou a empresa "Eu comigo evento" que é especializada em realizar casamentos de uma pessoa. "Trabalho com cerimonial de casamento há 20 anos, mas a vontade é genuína", destaca a empresária.

    Mais:

    'Não há barragem segura no Brasil', diz ministro de Minas e Energia
    Sobrou para o Brasil: guerra das telecomunicações EUA-China já causa efeitos colaterais
    Tags:
    casamento, Belo Horizonte, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar