12:34 03 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    11419
    Nos siga no

    O pastor evangélico Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da Rede Record de Televisão, recebeu um passaporte diplomático do Ministério de Relações Exteriores do Brasil, conforme publicação divulgada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira.

    Assinada pelo chanceler Ernesto Araújo, a portaria também beneficia a esposa de Macedo, Ester Eunice Rangel Bezerra, com o documento – cuja validade é de três anos.

    "Com o passaporte diplomático, seu titular poderá desempenhar de maneira mais eficiente suas atividades em prol das comunidades brasileiras no exterior", informa a portaria.

    A posse de um passaporte diplomático garante alguns benefícios, como não pegar filas em aeroportos, receber atendimento especial, prioridade em bagagens e, em alguns casos, dispensar a necessidade de visto para entrada em determinados países.

    Desde 2011, os que recebem passaporte diplomático têm o nome e o pedido publicados no Diário Oficial da União.

    A concessão do passaporte ao líder da Universal acontece dias após Bolsonaro participar de um almoço no Rio de Janeiro com lideranças evangélicas, no qual o presidente fez declarações polêmicas sobre a possibilidade de perdoar o Holocausto.

    Avesso à mídia tradicional, Bolsonaro vem dando preferência à Record, emissora que tem Macedo como dono, em suas entrevistas para a televisão desde o período eleitoral.

    Mais:

    Presidente israelense critica Bolsonaro após declaração sobre Holocausto
    Maduro rechaça 'ameaças de guerra e invasão' de Bolsonaro
    Após reunião com Bolsonaro, países árabes aguardam ações concretas do Brasil
    Tags:
    Brasil, Edir Macedo, Jair Bolsonaro, Ernesto Araújo, Ester Eunice Rangel Bezerra, Itamaraty, Igreja Universal do Reino de Deus, Rede Record, passaporte diplomático, evangélicos, diplomacia, afago
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar