08:59 20 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Alagamentos atingem pontos do Rio de Janeiro após forte chuva

    Forte chuva causa alagamentos, arrasta carros e deixa ao menos 7 mortos no Rio (VÍDEOS)

    © Foto / Fernando Frazão / Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    561
    Nos siga no

    Uma forte chuva que atingiu o Rio de Janeiro nesta segunda-feira alagou ruas, arrastou veículos e derrubou árvores em vários pontos da capital fluminense, com ao menos sete mortos. A cidade está em estágio de crise – o mais grave dos três níveis do sistema da Prefeitura, o Alerta Rio.

    Por volta das 18h35, a chuva deixou a cidade já em estágio de atenção, e o cenário só piorou. Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), em quatro horas choveu na cidade mais do que nos dias 6 e 7 de fevereiro, quando seis pessoas morreram após um forte temporal.

    A perspectiva é que chuvas fortes, acompanhadas de trovoadas, prossigam no Rio até as 10h desta terça-feira, segundo o Inmet.

    O bairro mais afetado da capital fluminense foi o Jardim Botânico, na zona sul, no qual choveu 36% a mais do que era esperado para todo o mês de abril. Ruas ficaram alagadas e arrastaram carros.

    Outros bairros bastante afetados pelo temporal foram Alto da Boa Vista, Copacabana, Rocinha, Tijuca e Vidigal.

    Na região da Avenida Niemeyer, a via foi fechada devido ao risco de deslizamentos, como aquele que vitimou duas pessoas em 7 de fevereiro, depois de uma forte chuva no município.

    De acordo com o jornal O Globo, bombeiros resgataram um corpo na Gávea, que pode ser de uma vítima de afogamento. A informação foi posteriormente confirmada oficialmente pela Polícia Militar. No entanto, não há informações sobre possíveis feridos.

    Além disso, um total de 39 sirenes foi acionado em pelo menos 20 comunidades fluminenses ao longo da noite.

    No transporte público, as operações dos ônibus e do metrô de superfície foram afetadas.

    A chuva deve prosseguir em diferentes pontos do Rio, sobretudo na zona sul ao longo da noite e da madrugada.

    A orientação da Prefeitura do Rio, que já tem equipes nas ruas, é para a população evitar permanecer em áreas de risco, sobretudo em regiões de encosta, evitando áreas alagadas e descampadas. Quem estiver em locais seguros deve permanecer até o fim do estágio de crise.

    Mais:

    Temporal causa destruição e deixa mortos no Rio
    Deslizamento de pedras aterroriza moradores de cidade na região serrana do Rio (VÍDEO)
    Chuvas provocam deslizamentos: Rio e Niterói em estado de alerta
    Tags:
    alagamentos, temporal, chuva, Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro, Inmet, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar