19:50 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, durante audiência pública da Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) do Senado

    Ricardo Vélez é demitido do Ministério da Educação

    Marcelo Camargo/Agência Brasi
    Brasil
    URL curta
    19212

    O presidente Jair Bolsonaro informou nesta segunda-feira (8) que o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, foi demitido do seu cargo.

    O novo ministro da Educação será Abraham Weintraub. "Abraham é doutor, professor universitário e possui ampla experiência em gestão e o conhecimento necessário para a pasta", publicou Bolsonaro em seu Twitter.

    A demissão de Vélez do MEC já era aguardada no início desta semana, após um acúmulo de polêmicas e agravamento da crise no ministério.

    O presidente Jair Bolsonaro já havia declarado anteriormente que o comando da pasta não estava "dando certo" e que esta segunda-feira seria o "dia do 'fico' ou do 'não fico'.  

    O período de Vélez no Ministério da Educação ficou em meio a uma disputa interna entre dois grupos dentro do MEC: os militares e os seguidores de Olavo de Carvalho, o guru do novo governo que indicou alguns ministros para a atual gestão.

    Entre as polêmicas protagonizadas pelo colombiano naturalizado brasileiro, destacam-se o pedido para que escolas filmassem alunos cantando o Hino Nacional e enviassem os vídeos ao MEC e a declaração sobre querer mudar os livros didáticos para revisar a forma com que a ditadura militar e o golpe de 1964 são ensinados nas escolas. Além disso, a pasta sofreu pelo menos 14 trocas em cargos importantes desde que Ricardo Vélez assumiu o cargo.

    Mais:

    Bolsonaro afirma que Vélez 'não tem tato político' e que vai conversar com o ministro
    Crise na Educação: Vélez diz que presidente do Inep foi demitido por 'puxar tapete'
    Ministro da Educação propõe modelo cívico-militar em escola de Suzano
    Tags:
    demissão, educação, Ministério da Educação, MEC, Ricardo Vélez Rodríguez, Jair Bolsonaro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar