05:11 27 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    033
    Nos siga no

    O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou ações do inquérito sigiloso que investiga ofensas e propagação de fake news contra os ministros da Corte.

    Elas estão sendo cumpridas nesta quinta-feira (21) e incluem busca e apreensão nas casas de suspeitos em São Paulo e Alagoas.

    Na última quinta (14), o presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, anunciou no plenário da Corte a abertura de um inquérito para apurar "notícias fraudulentas", ofensas e ameaças a ministros do tribunal.

    Ele designou Moraes como relator, que por sua vez, indicou para a investigação o delegado federal Alberto Ferreira Neto, chefe da Delegacia Especializada em Repressão a Crimes Fazendários, e o delegado Maurício Martins da Silva, do Departamento de Inteligência da Polícia Civil de São Paulo.

    O inquérito foi alvo de críticas de procuradores da República que atuam na Operação Lava Jato, juristas e até mesmo integrantes do STF, como o ministro Marco Aurélio Mello.

    Tags:
    Brasil, Supremo Tribunal Federal (STF), plenário, fake news
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar