06:47 25 Abril 2019
Ouvir Rádio
    U.S. President Donald Trump speaks while meeting with Brazilian President Jair Bolsonaro in Oval Office of the White House in Washington, U.S., March 19, 2019.

    Bolsonaro aceita pedido de Trump e indica que Brasil dispensará tratamento especial na OMC

    © REUTERS / Kevin Lamarque
    Brasil
    URL curta
    Bolsonaro nos EUA (29)
    12114

    O presidente Jair Bolsonaro concordou nesta terça-feira com o pedido de seu colega americano, Donald Trump, para renunciar ao tratamento especial e diferenciado no sistema de negociação da Organização Mundial do Comércio (OMC).

    Em troca, o mandatário brasileiro ganhou a promessa de que receberá o apoio de Washington para que o país faça parte da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

    "Em proporção ao seu status de líder global, o presidente Bolsonaro concordou que o Brasil deve começar a renunciar ao tratamento especial e diferenciado nas negociações da OMC, em consonância com a proposta dos EUA", diz um comunicado conjunto dos líderes dos dois países.

    Os dois presidentes se reuniram pela primeira vez nesta terça-feira em Washington.

    Os acordos da OMC "contêm disposições especiais que conferem direitos especiais aos países em desenvolvimento e fornecem aos países desenvolvidos a possibilidade de conceder tratamento mais favorável aos países em desenvolvimento do que os outros membros", diz um documento da própria organização.

    As recentes disputas na OMC causaram irritação aos EUA, que enxergam como injustas algumas vantagens concedidas aos chamados "países em desenvolvimento", categoria na qual se encontram nações como o Brasil e a China.

    Tema:
    Bolsonaro nos EUA (29)

    Mais:

    Bolsonaro revela que visitará a China no segundo semestre deste ano
    Bolsonaro nos EUA: 'velho complexo de vira-lata', diz Celso Amorim
    Bolsonaro e Israel: aproximação pela fé evangélica ou lobby financeiro judaico?
    Tags:
    relações bilaterais, diplomacia, comércio, OMC, Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), Donald Trump, Jair Bolsonaro, China, Estados Unidos, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar