12:36 22 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Marielle Franco, vereadora pelo PSOL, assassinada na noite do dia 14 de março

    Delegado responsável pela investigação da morte de Marielle será afastado

    © Foto : Dayane Pires/CMRJ
    Brasil
    URL curta
    724

    O delegado Giniton Lages foi o responsável pela Operação Lume, que prendeu o policial reformado da PM, Ronnie Lessa, e o ex-PM, Élcio Queiroz, que teriam executado o assassinato de Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.

    O delegado Giniton Lages, responsável pela investigação da morte de Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes será afastado do caso pela Polícia Civil. A informação foi divulgada pelo jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo.  

    De acordo com o colunista, o motivo oficial apresentado pela Polícia Civil será de que o delegado cumpriu a sua missão. 

    Em entrevista coletiva realizada na última terça-feira (13), Lages havia declarado que "o caso ainda estava em aberto". "Estamos entregando a primeira fase, e a segunda ainda está em andamento”, declarou aos jornalistas. 

    O novo responsável pela investigação deve ser indicado na semana que vem pelo chefe da Polícia Civil, o delegado Marcus Vinícius Braga. 

    Mais:

    Caso Marielle: Polícia Civil cumpre 16 novos mandados de busca e apreensão
    Polícia apreende peças de 117 fuzis M-16 na casa de amigo do acusado de atirar em Marielle
    Presos por morte de Marielle podem fazer delação premiada, diz Witzel
    Mãe de Marielle diz que resposta é incompleta: 'é preciso saber quem mandou matar'
    Tags:
    delegado, investigação, Polícia Civil, Marielle Franco, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar