00:15 14 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Marielle Franco, vereadora pelo PSOL, assassinada na noite do dia 14 de março de 2018

    Polícia prende suspeitos pelo homicídio de Marielle e do motorista Anderson

    © Foto / Dayane Pires/CMRJ
    Brasil
    URL curta
    13100
    Nos siga no

    A polícia do Rio de Janeiro prendeu nesta terça-feira (12) um policial militar reformado e um ex-policial militar como suspeitos pelo assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, comunicou o portal G1.

    O policial militar reformado Ronnie Lessa é classificado pelas investigações como suspeito de ter atirado na vereadora. Outro preso é o policial militar Élcio Vieira de Queiroz, indicou G1.  

    De acordo com a investigação, Ronnie teria disparado contra Marielle, enquanto Élcio teria dirigido o carro utilizado para levar o assassino. 

    A investigação dispõe das informações de que Ronnie pesquisou na Internet sobre os locais que a vereadora visitava. Além disso, os investigadores apontam que desde outubro de 2017 o policial buscava informações sobre a vida de Marielle.

    As detenções ocorreram na madrugada durante a Operação Lume, nas residências dos suspeitos. 

    Na quinta-feira (14), o crime completará um ano. Marielle Franco foi executada com três disparos na cabeça e um no pescoço, quando também foi assassinado o motorista Gomes.

    Mais:

    Caso Marielle: PF faz buscas e apreensões no Rio e caso pode voltar à estaca zero
    Assassino de Marielle seria ex-policial do Bope
    Tags:
    vereadora, suspeitos, assassinato, investigação, polícia, Anderson Gomes, Marielle Franco, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar