08:30 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Helicóptero dos Bombeiros sobrevoando área depois do rompimento de barragem em Brumadinho (MG)

    Atingidos por barragens: 'Lobby da mineração comanda interesses políticos do Brasil'

    © AP Photo / Andre Penner
    Brasil
    URL curta
    230

    Após o rompimento da Vale em Brumadinho, o governo aumentou de R$ 3,2 mil para R$ 3,4 mil, o valor máximo das multas que a Agência Nacional de Mineração (ANM) poderá aplicar a mineradoras. A Sputnik Brasil conversou com o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) sobre os interesses econômicos por trás das decisões punitivas.

    A omissão do Congresso impediu o aumento do valor das multas aplicadas a mineradoras pela ANM. A proposta estava prevista em medida provisória enviada pelo governo de Michel Temer. Ao deixar caducar essa MP, os parlamentares mantiveram o teto das multas às mineradoras em R$ 3,2 mil (atualizado hoje para R$ 3,4 mil). Pela MP, o valor seria elevado para R$ 30 milhões.

    O representante da coordenação nacional representante nacional do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), Joceli Andrioli, em entrevista à Sputnik Brasil, comentou a posição do poder público e as punições recebidas pela mineradora Vale até agora, que recebeu uma multa de R$ 250 milhões, aplicada pelo Ibama, e outra de R$ 99,1 milhões, do governo de Minas. 

    "Pra nós é um absurdo o que está acontecendo em nosso país. A gente viu que o lobby da mineração está comandando os interesses políticos da nação brasileira, pelo fato de que é vergonhasa a atitude dos parlamentares. Muitos estão discursando agora sobre o fato de Brumadinho e também Mariana, mas as ações são totalmente coniventes com grandes interesses econômicos dessas mineradoras", declarou. 

    "É um abuso o que está acontecendo. A nossa população, o nosso meio ambiente estão totalmente desprotegidos, justamente pela forma como o poder econômico das mineradoras tem influenciado no poder político", acrescentou. 

    O representante do MAB observou que atualmente existem assinaturas suficientes para a CPMI das mineradoras no Congresso Nacional, mas, de acordo com ele, "o lobby e os interesses particulares de muitos parlamentares têm impedido que essa pauta avance".  

    Mais:

    Brumadinho: mais da metade do Rio Paraopeba está morto, diz SOS Mata Atlântica
    CEO da Vale diz que empresa é 'joia brasileira' e não pode ser condenada por Brumadinho
    Vale perde R$ 73 bi em valor de mercado após tragédia de Brumadinho
    Tags:
    lobby, mineração, Vale, Minas Gerais, Brumadinho
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar