10:12 19 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    603
    Nos siga no

    O presidente da Vale, Fabio Schvartsman, concedeu uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira, lamentou o rompimento da barragem da empresa em Brumadinho (MG) e disse que o número provável de vítimas é grande.

    Segundo Schvartsman, havia cera de 300 funcionário no local do rompimento, mas a companhia não sabe o número de vítimas. Pelo menos 100 desses funcionários já teriam sido localizados.

    Segundo ele, a Vale está focada em atender as vítimas e já montou três centros de atendimento na região.

    Ele acrescentou que somente uma barragem foi rompida, e não três, como informou o Ministério do Meio Ambiente. No entanto, a barragem rompida era antiga e estava desativada há 3 anos. Por isso segundo ele, o material já estaria sólido e o risco ambiental seria muito menor, do que no caso do rompimento da barragem em Mariana, ocorrido há 3 anos. No entanto, ele acredita que o número de vítimas será maior.

    "A parte ambiental deve ser muito menor, mas a tragédia humana deverá ser terrível", disse o presidente da Vale.

    "A chance de contaminação pequena, ou nenhuma", acrescentou.

    Ao ser questionado sobre a segurança e prevenção de acidentes, Schvartsman revelou que uma auditoria foi feita na mina em 26 de setembro de 2018 e um relatório sobre estabilidade da barragem foi feito em 10 de janeiro deste ano. Ambos os estudos não demonstraram nenhum risco.

    O executivo disse ser muito cedo para apurar as causas e afirmou que o foco, neste momento, são as pessoas. Ele pretende visitar a região ainda nesta sexta-feira.

    Mais:

    Bolsonaro forma gabinete de crise após rompimento da barragem da Vale (VÍDEO)
    Ministério do Meio Ambiente: 3 barragens romperam na mina da Vale
    Rompimento da barragem da Vale: 200 desaparecidos e pelo menos 3 mortos
    Vale anuncia possibilidade de vítimas após rompimento de barragem em Brumadinho
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar