19:34 23 Abril 2019
Ouvir Rádio
    Presidente Eleito Jair Bolsonaro em entrevista no CCBB em Brasília

    Queiroz irá depor após Bolsonaro assumir a presidência, diz revista

    Fotos Públicas / Wilson Dias / Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    13312

    O ex-assessor de Flávio Bolsonaro (PSL) Fabrício Queiroz irá depor ao Ministério Público apenas após a posse do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). Queiroz foi citado pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) em relatório por "movimentações atípicas" de R$ 1,2 milhão.

    Segundo a revista Veja, Queiroz busca adiar o depoimento em busca de proteção. Ele já faltou duas vezes em depoimentos que deveria prestar ao Ministério Público do Rio de Janeiro — alegando motivos de saúde para justificar sua ausência. 

    Segundo o Coaf, a movimentação encontrada entre entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017 é incompatível com a renda de Queiroz. À época, ele era motorista do então deputado estadual Flávio Bolsonaro e tinha salário de R$ 8.517 e também recebia vencimentos da Polícia Militar carioca. 

    Flávio Bolsonaro foi eleito senador nas eleições deste ano. 

    O mesmo relatório do Coaf, produzido em desdobramento da operação Lava Jato, também encontrou movimentações atípicas em gabinetes de outros 20 deputados estaduais. 

    Mais:

    Futuro chanceler de Bolsonaro manda desconvidar presidente da Nicarágua para posse
    Ex-assessor de Flávio Bolsonaro falta a depoimento pela segunda vez seguida
    Presidente da Duma comandará delegação russa na posse de Jair Bolsonaro
    Para Bolsonaro seria 'grande suicídio' se afastar da China, segundo economista
    Bolsonaro recebe visita de dissidente cubano no Rio de Janeiro
    Reunido com equipe completa de ministros, Bolsonaro define projetos principais para 2019
    Qual é o futuro do BRICS na era Bolsonaro?
    Bolsonaro diz que Battisti está 'com algum companheiro ou fora do Brasil'
    Sem mostrar provas, Bolsonaro volta a dizer que médicos cubanos eram 'agentes' (VÍDEO)
    Bolsonaro é um obstáculo para acordo entre Mercosul e União Europeia?
    Contas Abertas: 'Sem reformas, governo de Bolsonaro pode entrar em colapso'
    Tags:
    Lava Jato, Flávio Bolsonaro, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar