18:11 17 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Exército Brasileiro em patrulhamento na floresta

    Grande importância da participação do Brasil na 2ª Guerra foi política, diz historiador

    Divulgação Exército Brasileiro
    Brasil
    URL curta
    751

    Todos os anos, no mês de novembro, na cidade de Pistoia, na Itália, ocorre a cerimônia cívico-militar em homenagem aos soldados da Força Expedicionária Brasileira (FEB) que lutaram em território italiano durante a Segunda Guerra Mundial.

    O evento deste ano foi realizado nas instalações do Monumento Votivo Militar Brasileiro (MVMB) e contou com a presença de diversas autoridades políticas e militares italianas e diplomáticas brasileiras, com destaque para os presidentes das regiões da Toscana e da Emilia-Romagna (cargo equivalente ao de Governador de Estado no Brasil) e os prefeitos das cidades onde a FEB combateu.

    Em entrevista à Sputnik Brasil, o professor de História da UFPR, Dennison de Oliveira, disse que a grande importância brasileira na 2ª Guerra Mundial foi mais por motivos políticos do que necessariamente militares.

    A grande importância da participação do Brasil reside no seu lado político porque marcava o alinhamento do Brasil com os Estados Unidos, de maneira geral de quase toda América Latina, com a causa aliada em combate aos países do Eixo. Do ponto de vista político é bastante inédito, é muito significativo, é extremamente importante", explicou.

    ​Dennison de Oliveira, que também é autor de diversos livros sobre a 2ª Guerra Mundial, lembrou que o Brasil levou somente uma divisão de infantaria para um front onde já estavam 28 divisões de países aliados.

    "O plano inicial era enviar três divisões de infantaria, sob 100 mil homens. Por diversas razões foi enviada apenas essa primeira e única divisão, que é um complemento importante, mas que de forma alguma foi decisivo", disse.

    Mesmo pequena, os soldados da Força Expedicionária Brasileira participaram de uma batalha importante que culminou com a rendição de uma infantaria alemã.

    "A 148ª infantaria alemã foi cercada pelos brasileiros depois de intenso combate entre 26 e 28 de abril de 1945 e foi forçada a se render [em 29 de abril]. É o único caso de uma divisão que se rende com quase todos os efetivos e ainda sob comando do seu general e do seu Estado Maior. Foi um grande feito de armas dos brasileiros e que ajudou bastante a precipitar o fim da guerra na Itália", contou Dennison de Oliveira.

    A solenidade contou com uma homenagem, aos soldados da FEB, por parte do Exército dos Estados Unidos da América (EUA) e da Associação dos Veteranos da 10ª Divisão de Montanha dos EUA. Esta unidade combateu ao lado dos brasileiros sob a égide do IV Corpo de Exército, do V Exército de Campanha dos EUA, entre os meses de janeiro e abril de 1945, tendo contribuído com as ações vitoriosas da FEB em Monte Castello, La Serra, Castelnuovo e Montese.

    Tags:
    Segunda Guerra Mundial, Força Expedicionária Brasileira, Exército Brasileiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik