00:20 25 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Militares das Forças Armadas fazem operação em comunidades do Rio

    Forças Armadas se retiram de comunidades no Rio: 3 militares e 5 suspeitos mortos

    Vladimir Platonow / Fotos Públicas
    Brasil
    URL curta
    942

    As Forças Armadas deixaram na sexta-feira os complexos do Alemão, Penha e Maré, na Zona Norte do Rio. Cerca de 4.300 militares, com o apoio das policiais militar e civil, ocuparam a região desde a última segunda-feira.

    O Comando Militar do Leste emitiu uma nota, informando o fim da operação. "Tendo sido alcançados os objetivos estabelecidos para a operação o reajuste e a redução gradual foram concluídos". 

    A partir deste sábado, as 26 comunidades, com 550 mil habitantes, voltam a ser patrulhadas pela Polícia Militar (PM).

    Três militares e cinco suspeitos foram mortos durante a operação. Além disso, 86 pessoas foram presas e dois menores apreendidos. Depois da averiguação, cinco foram soltos na ultima quinta-feira, após a Defensoria Publica do estado conseguir habeas corpus. 

    No total, foram apreendidos 15 fuzis, 27 pistolas, 11 granadas, 4.742 munições, 85 carregadores, aproximadamente 1,5 tonelada de drogas diversas, 8 veículos, 27 cadernos de anotações do tráfico, 8 celulares, 8 uniformes camuflados, 3 coletes a prova de bala, 13 radiocomunicadores. 

    Cinco reféns foram libertados, 17.552 pessoas foram revistadas e 41 barricadas foram retiradas, segundo Agência Brasil.

    Mais:

    No Rio, o mais recente navio da Marinha do Brasil: porta-helicópteros com radar 3D (VÍDEO)
    Grande operação em comunidades no Rio: militar e 5 suspeitos morrem
    Jungmann: polícia do Rio recusou apoio da PF no caso Marielle
    Estatística nefasta: 70 policiais mortos no Rio em 2018
    Rio tem 18 tiroteios por dia e aumento do número durante Intervenção Federal
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik