18:39 17 Fevereiro 2019
Ouvir Rádio
    Lula e Fernando Haddad em comício durante a campanha eleitoral de 2016

    Manuela D'Ávila será vice de Lula e Haddad o substituto se necessário, diz agência

    © Foto : Ricardo Stuckert
    Brasil
    URL curta
    0 32

    O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, será o candidato presidencial do Partido dos Trabalhadores (PT) se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva for impedido de concorrer na eleição de outubro, disse uma fonte do partido nesta sexta-feira à Agência Reuters.

    Se Lula for capaz de concorrer, Manuela D'Ávila, candidata à presidência do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), abandonará sua candidatura ao cargo de vice-presidente e se tornará sua candidata a vice-presidente, segundo a mesma fonte, que está próxima das negociações.

    De acordo com a agência, Haddad viajou nesta sexta-feira a Curitiba com a presidente do PT, a senadora Gleisi Hoffmann (PR), para tratar do acordo com Lula, que está preso desde abril na Superintendência da Polícia Federal na capital paranaense, condenado a 12 anos e 1 mês de prisão na Operação Lava Jato.

    Oficialmente, o PCdoB anunciou a candidatura presidencial de Manuela na última quarta-feira, mas estaria inclinado a fechar com o PT – um parceiro histórico –, caso o posto de vice na chapa fique com o partido.

    Haddad seria o plano B do PT, caso a candidatura de Lula seja impugnada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) quando da sua inscrição – cenário este mais provável, com base na Lei da Ficha Limpa. Ainda há a necessidade do aval de Lula para o plano se tornar oficial.

    Mais:

    PGR defende que prisão de Lula seja mantida
    Grupo inicia greve de fome pela liberdade de Lula: 'responsabilidade é do STF'
    Festival Lula Livre reúne 80 mil no Rio de Janeiro
    Tags:
    Lei da Ficha Limpa, esquerda, aliança, Operação Lava Jato, política, corrupção, Eleições 2018, PCdoB, TSE, PT, Manuela D'Ávila, Fernando Haddad, Luiz Inácio Lula da Silva, Curitiba, Brasil