09:20 26 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Motoristas fazem filas para abastecer carros

    Abastecimento será totalmente recuperado amanhã, dizem distribuidoras

    © Foto : Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    Greve dos caminhoneiros paralisa o Brasil (37)
    0 01

    O presidente do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes (Sindicom), Leonardo Gadotti Filho, disse nesta quarta-feira (30) que a normalização do abastecimento de combustíveis nos postos deve ocorrer até amanhã (31).

    "A gente está agora com um volume próximo de 75% de um dia normal, praticamente amanhã acho que a gente chega a 100%", disse Gadotti Filho no final da tarde de hoje, após reunião com o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, para tratar da normalização do abastecimento.

    Segundo Gadotti Filho, ainda vai demorar um pouco para que as filas nos postos terminem. Nesta quarta-feira, depois de vários dias sem combustível nos postos de gasolina, várias cidades do país ainda registram filas abastecer carros e motos. As informações são da Agência Brasil.

    Até ontem (29), as principais distribuidoras do país trabalhavam com prazo de uma semana para que os carregamentos de combustíveis até os postos fossem regularizados. O representante das distribuidoras argumentou que o motivo para o prazo é o tempo para levar o combustível aos cerca de 42 mil postos de todo o país.

    Tema:
    Greve dos caminhoneiros paralisa o Brasil (37)

    Mais:

    Impressionante: greve de caminhoneiros faz poluição cair pela metade em São Paulo
    Greve fez Brasil deixar de arrecadar R$ 4,7 bilhões em tributos, aponta estudo
    TST concede liminar para impedir greve dos petroleiros
    Combustível para protestos: após caminhoneiros, petroleiros também anunciam greve
    Líder da Abcam denuncia 'intervencionistas' que querem derrubar o governo com a greve
    Tags:
    greve de caminhoneiros, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik