11:39 25 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Vista aerea de São Paulo

    Impressionante: greve de caminhoneiros faz poluição cair pela metade em São Paulo

    Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas
    Brasil
    URL curta
    Greve dos caminhoneiros paralisa o Brasil (37)
    270

    Estudo da Universidade de São Paulo (USP) mostra que após uma semana de greve, poluição diminuiu drasticamente na capital paulista.

    O diretor do Instituto de Estudos Avançados (IEA-USP), Paulo Saldiva, comparou dados de duas estações da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb).

    Os dados comparados das estações de mensuração de qualidade do ar apontam uma queda de 50% da poluição em São Paulo devido à diminuição da frota de veículos nas ruas.

    “Houve uma redução de 50% da poluição na capital paulista. Esse é um episódio raro e vamos estudar suas consequências na saúde pública. Quem sabe essas evidências quantitativas sirvam de argumento para a criação de políticas públicas”, afirmou o professor durante o evento Diálogos Interdisciplinares sobre Governança Ambiental da Macrometrópole Paulista, conforme cita o site da FAPESP.

    Para chegar à conclusão o pesquisador comparou índices de monóxido de carbono (CO), dióxido de nitrogênio (N2O) e partículas inaláveis na atmosfera. Mudanças nesses indicadores estão ligadas diretamente à poluição gerada pela queima de combustíveis fósseis. 

    Os dados ainda serão cruzados com indicadores de internações e mortes durante o período.

    A equipe de Sadiva também já mediu a poluição durante a greve dos metroviários, em 2017. Na ocasião, devido à falta de transporte público, a poluição da capital dobrou.

    Tema:
    Greve dos caminhoneiros paralisa o Brasil (37)

    Mais:

    Combustível para protestos: após caminhoneiros, petroleiros também anunciam greve
    TST concede liminar para impedir greve dos petroleiros
    Petroleiros: mudanças na Petrobras são continuação do golpe
    Petroleiros russos alimentaram a Coreia do Norte com transferências no mar, diz agência
    Tags:
    greve de caminhoneiros, poluição, Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), Fapesp, Paulo Saldiva, São Paulo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik