12:50 21 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Luiz Inácio Lula da Silva

    Ministro do STF adia em 5 dias debate que pode beneficiar Lula

    AP Photo / Eraldo Peres
    Brasil
    URL curta
    Lula preso na PF de Curitiba (18)
    447

    O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), aceitou nesta terça-feira a interrupção em cinco dias do debate sobre uma ação solicitando rever a possibilidade de prisão após uma condenação em segunda instância.

    A medida poderia abrir a porta para uma eventual saída do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) da cadeia.

    "Eu concedo o pedido de suspensão do processo no estado em que está localizado, durante o período indicado", escreveu o magistrado em sua decisão publicada na noite de terça-feira.

    O PEN (Partido Nacional Ecológico), um partido conservador, tinha apresentado há algum tempo essa petição, mas na terça-feira a legenda mudou seus advogados e assegurou que iria retirar a solicitação porque iria projetar a imagem que a sigla queria salvar Lula.

    O líder do PT foi condenado a 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá (SP), e desde o último sábado está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná.

    Seus advogados e sua comitiva estavam confiantes de que os juízes decidiriam que um condenado em segunda instância tem o direito à liberdade até que todos os recursos sejam considerados em níveis superiores (Supremo Tribunal de Justiça e do Supremo Tribunal Federal em si).

    Isso beneficiaria não só Lula, que poderia permanecer livre enquanto recorre, mas também outros políticos supostamente corruptos e dezenas de milhares de presos comuns, que teriam a opção de serem libertados.

    Tema:
    Lula preso na PF de Curitiba (18)

    Mais:

    Acampamento 'Lula Livre' em Curitiba vira centro político do PT e da esquerda
    Polícia Civil indicia ex-vereador e filho por agressão em frente ao Instituto Lula
    Maduro: oligarcas brasileiros querem impedir que Lula seja presidente
    Tags:
    tríplex, Operação Lava Jato, corrupção, política, PEN, STJ, STF, Luiz Inácio Lula da Silva, Curitiba, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik