18:06 21 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin

    'Estão colhendo o que plantaram', diz Alckmin sobre ataque a caravana de Lula

    Eduardo Saraiva/ A2IMG/FotosPúblicas
    Brasil
    URL curta
    24118

    O pré-candidato à presidência, Geraldo Alckmin teria dito que os o militantes do PT "estão colhendo o que plantaram, ao comentar ataque a tiros à caravana de Lula pelo sul do país.

    Segundoo jornal Folha de São Paulo, o tucano teria afirmado que o Partido dos Trabalhadores (PT) de "sempre partir para dividir o Brasil, nós contra eles", e que por isso "acabaram sendo vítimas dessa polarização.

    O pré-candidato ao governo do estado de São Pailo, João Doria, teria dito algo parecido ao comentar o caso. Segundo ele "O PT sempre utilizou da violência, agora sofreu da própria violência".

    Na noite da terça-feira (27), a caravana política de Lula que circula pela região sul do país foi atacada a tiros no Parabá. Segundo informações da polícia, 3 tiros atingiram dois veículos da Caravana.

    O atentado teria ocorrido na estrada entre as cidades de Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul, no estado do Paraná. O ex-presidente Lula não estava no local do atentado. A senadora Gleisi Hoffmann afirmou que a caravana foi vítima de uma emboscada.

    Mais:

    Moro diz que decisão a favor de Lula pode beneficiar traficantes e pedófilos (VÍDEO)
    Defesa de Lula deve apresentar um novo recurso ao TRF4
    TRF-4 nega embargos de declaração da defesa de Lula
    Julgamento do habeas corpus de Lula é adiado; ele não pode ser preso até 4 de abril
    Tags:
    crise política, tensão política, eleições 2018, Lula, Gleisi Hoffmann, Geraldo Alckmin, João Doria, São Paulo, Paraná, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik