19:22 15 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Militares patrulham a praia de Copacabana em operação das Forças Armadas no Rio de Janeiro

    Governo estuda pedir 'mandado coletivo de busca, apreensão e captura' no Rio de Janeiro

    Tomaz Silva / Fotos Públicas
    Brasil
    URL curta
    Intervenção federal no Rio de Janeiro (45)
    1173

    O Governo Federal vai entrar com um pedido na Justiça Estadual do Rio de Janeiro para que o comandante do Exército Brasileiro, general Eduardo Villas Bôas possa ter um "mandado coletivo de busca, apreensão e captura". Medida busca dar segurança jurídica para oficiais do Exército que estão na cidade.

    "Em lugar de você dizer rua tal, número tal, você vai dizer digamos uma rua inteira, uma área ou um bairro. Aquele lugar inteiro é possível que tenha um mandado de busca e apreensão. Em lugar de uma casa, pode ser uma comunidade, um bairro ou uma rua", disse o ministro da Defesa, Raul Jungmann em fala citada pelo jornal O Estado de S. Paulo.

    Jungmann, porém, afirmou que "não há carta branca" para os militares e que os oficiais não vão exercer "papel de polícia" na capital fluminense. O Congresso Nacional deve votar hoje se o decreto do presidente Michel Temer que determina a intervenção federal no estado continua ou não.

    Tema:
    Intervenção federal no Rio de Janeiro (45)

    Mais:

    Relatora sobre intervenção: 'Necessária como remédio amargo para quem está na UTI'
    Ativistas ensinam população negra a agir durante intervenção e publicação viraliza (VÍDEO)
    Governo não vai detalhar decreto de intervenção no Rio: 'É entregar o ouro ao bandido'
    Após intervenção, rebelião é deflagrada em presídio no Rio
    Tags:
    Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, O Estado de S. Paulo, Exército Brasileiro, Congresso Nacional do Brasil, Ministério da Defesa, Raul Jungmann, Eduardo Villas Bôas, Michel Temer, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik