12:32 17 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Vacina

    Duas pessoas morrem após tomar vacina contra febre amarela em São Paulo

    Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    221

    Duas pessoas morreram na cidade de São Paulo porque tiveram uma reação à vacina da febre amarela. Os médicos suspeitam que elas já estivessem com a imunidade baixa.

    A informação foi confirmada pelo secretário municipal de saúde, Wilson Pollara, à TV Globo. As vítimas são a professora aposentada Mônica Welkers, 76 anos, que morava em Ibiúna, na Grande São Paulo e um homem que ainda não teve a identidade revelada. Outras três mortes estão sob investigação.

    Segundo a sobrinha de Mônica Welkers, Stephanie Hering, ela não recebeu nenhuma orientação no posto de que não deveria tomar a vacina.

    "O que aconteceu é que ela tomou a vacina, no dia seguinte ela já se sentiu mal com os sintomas da febre amarela, e foi até um hospital municipal da região de Ibiúna", disse a sobrinha em entrevista à GloboNews.

    Atualmente, a vacina está recomendada para aqueles entre nove meses e 59 anos de idade.

    Idosos acima dessa faixa etária precisam passar pelo médico para avaliar o estado do sistema imunológico e se o risco de serem contaminados pela doença é alto ou não.

    Mais:

    O que é verdade e o que é mito sobre o surto de febre amarela no Brasil?
    Entidade internacional faz alerta para alta da febre amarela no Brasil
    Morte de macacos fecha 26 parques em SP e preocupação com febre amarela está de volta
    Tags:
    vacinação, vacina, mortes, febre amarela, São Paulo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik