22:31 13 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Petrobras mostra recuperação no balanço do segundo semestre

    Petrobras muda critérios de reajuste do gás de cozinha

    Tânia Rêgo/Agência Brasil/Fotos Públicas
    Brasil
    URL curta
    201

    Gás de cozinha passa a ter reajuste trimestral. Mudança foi anunciada nesta quinta-feira (18), após polêmicas com reajuste mensal.

    A política de preços anterior vigorou entre junho e dezembro de 2017, e previa alteração mensal dos preços.

    A mudança, segundo declarou a própria empresa, teria motivos empresariais. A ideia seria diminuir o impacto das mudanças dos preços sobre o mercado doméstico. Até então, os preços vinham sendo modificados de acordo com valores internacionais, com altas que causaram polêmica.

    Ao longo de 2017, os preços subiram  67,8% nas refinarias, e 16% para o consumidor final, segundo dados do IBGE.

    O preço da política do ano passado utilizava as cotações do leste europeu dos gases butano e propano, além da margem de lucro da empresa. As mudanças entrarão em vigor ao longo do ano de 2018.

    A estatal também informou em nota à imprensa que o preço do gás de cozinha cairá 5% a partir da sexta-feira (19). No entanto, repasses nas mudanças de preços dependem da decisão dos revendedores do produto.

    Mais:

    Ministro Marcos Pereira pede demissão do governo de Michel Temer
    Brasil vai em peso a Davos: o que Temer quer provar para a elite econômica internacional?
    Temer reajusta salário mínimo abaixo do esperado
    STF suspende decreto de Temer que poderia 'perdoar' condenados na Lava Jato
    Tags:
    Michel Temer, gás de cozinha, Petrobras, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik