12:51 17 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Michel Temer, presidente do Brasil, na 72ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas

    Temer é acusado de cinismo após discurso na Assembleia Geral da ONU

    © REUTERS/ Eduardo Munoz
    Brasil
    URL curta
    72ª sessão da Assembleia Geral da ONU (19)
    26211

    O presidente brasileiro, Michel Temer, provocou reações adversas nesta terça-feira, em Nova York, ao discursar em defesa da Amazônia na Assembleia Geral das Nações Unidas, tópico que tem sido fonte de muitos problemas para o seu governo.

    Em seu discurso, que abriu a 72ª sessão da Assembleia Geral, entre os vários assuntos abordados, Temer aproveitou para falar sobre os avanços brasileiros na área ambiental, inclusive na Floresta Amazônica, a qual ele foi recentemente acusado de querer entregar nas mãos de grandes empresários. 

    "Trouxe uma boa notícia: no último ano, o desmatamento na Amazônia diminuiu mais de 20%. Retomamos o bom caminho e nele persistiremos", afirmou o presidente citando dados do instituto de pesquisa Imazon. 

    Nas redes, sociais, logo após essas declarações, várias pessoas reagiram ao discurso de Temer, acusando-o de cinismo, uma vez que sua administração estaria, na verdade, fazendo pouco caso da questão ambiental, como exemplificado no caso da Renca.

    Não fosse o suficiente, um dos responsáveis pelo estudo citado por Temer na ONU disse que as informações apresentadas pelo presidente foram imprecisas e inadequadas. 

    "Estes não são dados oficiais. Os dados do governo ainda não foram divulgados e parece que o presidente está comparando dados oficiais do ano passado com os nossos, de agora, sendo que as metodologias são totalmente diferentes", disse o engenheiro florestal Paulo Barreto em entrevista à BBC

    Na última segunda-feira, durante um encontro com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em Nova York, Temer foi alvo de uma manifestação significativa na cidade justamente por conta da maneira como o seu governo vem abordando as questões do meio ambiente, entre outras. 

    Tema:
    72ª sessão da Assembleia Geral da ONU (19)

    Mais:

    Artistas e ativistas entregam petição em favor da Renca e da Amazônia (VÍDEOS)
    Massacre de índios isolados na Amazônia é alvo de investigação de MPF e Funai
    Ex-ministro brasileiro afirma que 'onda neoliberal' de Temer pode devorar América Latina
    Tags:
    meio ambiente, Imazon, BBC, ONU, Donald Trump, Michel Temer, Renca, Amazônia, Estados Unidos, Nova York, EUA, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik