05:17 14 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Edson Fachin manda PF ouvir parlamentares envolvidos na Lava Jato

    Fachin autoriza prisão de Joesley e Saud

    Tânia Rêgo/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    41131
    Nos siga no

    O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Edson Fachin, determinou a prisão temporária dos delatores da J&F Joesley Batista e Ricardo Saud.

    A decisão foi tomada em resposta ao pedido de prisão apresentado na sexta-feira (8) pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, informa o G1.

    Para além da prisão de Joesley e Saud, o procurador-geral também apresentou um pedido de prisão para o ex-procurador da República Marcello Miller, mas este não foi satisfeito.

    O G1 destaca que a prisão pode não ocorrer na manhã de domingo, o processo pode começar durante o dia ou até mesmo amanhã (11).

    Quanto a Joesley e Saud, a prisão foi autorizada por eles omitirem informações importantes aos investigadores, o que não coincide com as cláusulas do acordo.

    Marcello Miller, por sua vez, é acusado de vazar informação para Joesley enquanto atuava na equipe da Janot.

    Mais:

    Janot denuncia 5 senadores do PMDB e ex-presidente José Sarney por organização criminosa
    Supremo mantém delação da JBS e ministro Fachin na relatoria do caso
    STF libera novos áudios da JBS e Cármen Lúcia fala em 'ataque ao Supremo' (VÍDEOS)
    Michel Temer faz 'ofensiva de guerra' para evitar processo no STF
    Tags:
    Operação Lava Jato, Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Saud, Joesley Batista, Luiz Edson Fachin, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar