01:29 21 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Presidente do Brasil, Michel Temer, discursa em Brasília após arquivamento de denúncia contra ele por corrupção passiva

    Temer quer retirar direitos dos trabalhadores e dos estudantes, diz nova presidente da UNE

    © AFP 2018 / Sergio Lima
    Brasil
    URL curta
    14102

    A nova presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Marianna Dias, afirmou em entrevista exclusiva à Sputnik Brasil que o mês de agosto será marcado por atos da entidade e que a UNE não baixou a guarda para o presidente Michel Temer (PMDB).

    "É um momento muito difícil. Um momento em que o Governo tem uma rapidez e tem se utilizado de muitos artefatos para dar continuidade a um projeto político que retira direitos dos trabalhadores e dos estudantes", disse.

    Marianna, de 25 anos, é estudante de pedagogia da Universidade do Estado da Bahia e foi eleita para o cargo no 55º Congresso da UNE, em 18 de junho. Ela afirma que agosto será marcado por uma agenda intensa por ocasião do aniversário de 80 anos da UNE.

    A presidente da entidade estudantil também garantiu que novos atos contra Temer acontecerão em parceria com outros movimentos sociais, como a Frente Brasil Popular e a Frente Povo Sem Medo. 

    "Ainda que Michel Temer insista, ainda que ele utilize de artifícios perversos e poderosos para se manter no poder, a gente tem esperança."

    Mais:

    Deputado: Maia descumpre decisão do STF ao não acolher pedido de impeachment de Temer
    Opinião: Netanyahu evitou o Brasil por 'conveniência' associada à denúncia contra Temer
    Herdeiro do Trono brasileiro: governo Temer não é legítimo
    STF suspende inquérito contra Temer após rejeição na Câmara
    Vice-presidente dos EUA 'ignora' Temer em visita à América do Sul na próxima semana
    Temer no ataque: Defesa acusa Janot de suspeição e pede afastamento de procurador
    Tags:
    UNE, Michel Temer, Marianna Dias
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik