00:43 30 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    2732
    Nos siga no

    O Plenário da Câmara se reuniu nesta quarta-feira para votar o parecer da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) contrário à autorização para que o Supremo Tribunal Federal (STF) analise denúncia contra o presidente Michel Temer por crime de corrupção passiva, informou a Agência Câmara Notícias.

    O parecer foi lido no Plenário na terça-feira pela segunda-secretária da Casa, deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO). Em seguida, o presidente foi notificado pelo primeiro-secretário, deputado Giacobo (PR-PR).

    Para abrir a sessão, era necessária a presença de 51 deputados presentes na Casa. Já para iniciar a votação, são necessários 342 deputados presentes. 

    Para derrubar o parecer da CCJ, 342 deputados precisam votar contra o texto. Nesse caso, o Supremo fica autorizado a analisar a denúncia.

    Acompanhe ao vivo:

    Ordenar as mensagens
    • 22:12

      Temer agradece

      O presidente da República, Michel Temer, agradeceu em pronunciamento o apoio recebido pela maioria dos deputados da Câmara, que barrou o avanço da denúncia contra ele no STF.

    • 21:56

      263 deputados rejeitaram a denúncia

      Maioria dos parlamentares da Casa decidiu seguir o parecer da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), contrário ao avanço da denúncia contra Temer no Supremo Tribunal Federal (STF); 227 votaram contra o parecer, enquanto 2 se abstiveram e 19 não compareceram à votação.

    • 21:41

      Deputados gritam 'Fora, Temer'

      Após o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, anunciar que a matéria será arquivada, parlamentares da oposição protestam em plenário.

    • 21:40

      Rejeição de denúncia contra Temer gera memes nas redes

    • 21:17

      Estratégia

      As estimativas mais otimistas do governo Temer especulava que o SIM poderia alcançar pouco mais de 300 votos, ao passo que os mais pessimistas falavam em um número na faixa dos 260 votos. O Palácio do Planalto quer uma votação ampla, a fim de mostrar força e dar o tom do que poderá vir a seguir, com a tentativa de votar a reforma da Previdência - esta só poderá ser aprovada com um mínimo de 308 votos.

    • 21:15

      Resultado parcial recomenda a REJEIÇÃO da denúncia contra Temer por corrupção passiva

      SIM: 238

      NÃO: 200

      AUSENTE: 16

      ABSTENÇÃO: 2

    • 21:10

      Janot pede inclusão de Temer em processo que apura envolvimento de peemedebistas com formação de quadrilha

    • 21:08

      Bahia

      Afonso Florence (PT) - NÃO
      Alice Portugal (PCdoB) - NÃO 
      Antonio Brito (PSD) - NÃO
      Antonio Imbassahy (PSDB) - SIM
      Arthur Oliveira Maia (PPS) - SIM
      Bacelar (PTN) - NÃO
      Bebeto (PSB) - NÃO 
      Benito Gama (PTB) - SIM
      Cacá Leão (PP) - SIM
      Caetano (PT) - NÃO
      Claudio Cajado (DEM) - SIM
      Daniel Almeida (PCdoB) - NÃO
      Elmar Nascimento (DEM) - SIM
      Erivelton Santana (PEN) - SIM
      Félix Mendonça Júnior (PDT) - NÃO
      Fernando Torres (PSD) - NÃO 
      Irmão Lazaro (PSC) - NÃO
      João Carlos Bacelar (PR) - SIM
      João Gualberto (PSDB) - NÃO
      Jorge Solla (PT) - NÃO
      José Carlos Aleluia (DEM) - SIM
      José Carlos Araújo (PR) - SIM
      José Nunes (PSD) - NÃO
      José Rocha (PR) - SIM
      Josias Gomes (PT) - NÃO
      Jutahy Junior (PSDB) - NÃO
      Lucio Vieira Lima (PMDB) - SIM 
      Márcio Marinho (PRB) - SIM
      Mário Negromonte Jr. (PP) - SIM 
      Nelson Pellegrino (PT) - NÃO
      Pastor Luciano Braga (PRB) - SIM
      Paulo Azi (DEM) - SIM
      Paulo Magalhães (PSD) - NÃO
      Roberto Britto (PP) - SIM
    • 21:06

      Pronunciamento

      O presidente Michel Temer (PMDB) deverá fazer um pronunciamento logo depois do fim da votação do relatório na Câmara.

    • 21:02

      Resultado parcial recomenda a REJEIÇÃO da denúncia contra Temer por corrupção passiva

      SIM: 228

      NÃO: 188

      AUSENTE: 14

      ABSTENÇÃO: 2

    • 20:49

      Só após o fim do mandato

      A decisão dos deputados faz com que a denúncia por corrupção passiva contra Michel Temer só possa ser apreciada depois do fim do mandato presidencial.

    • 20:48

      Minas Gerais

      Adelmo Carneiro Leão (PT) - NÃO

      Ademir Camilo (PODE) - SIM

      Aelton Freitas (PR) - SIM

      Bilac Pinto (PR) - SIM

      Brunny (PR) - SIM

      Caio Narcio (PSDB) - SIM

      Carlos Melles (DEM) - SIM

      Dâmina Pereira (PSL) - SIM

      Delegado Edson Moreira (PR) - SIM

      Diego Andrade (PSD) - SIM

      Dimas Fabiano (PP) - SIM

      Domingos Sávio (PSDB) - SIM

      Eduardo Barbosa (PSDB) - AUSENTE

      Eros Biondini (PROS) - NÃO

      Fábio Ramalho (PMDB) - SIM 

      Franklin (PP) - SIM

      Gabriel Guimarães (PT) - NÃO

      George Hilton (PROS) - NÃO

      Jaime Martins (PSD) - SIM

      Jô Moraes (PCdoB) - NÃO

      Júlio Delgado (PSB) - NÃO

      Laudivio Carvalho (SD) - NÃO

      Leonardo Monteiro (PT) - NÃO

      Leonardo Quintão (PMDB) - SIM

      Lincoln Portela (PRB) - NÃO

      Luis Tibé (PTdoB) - SIM

      Luiz Fernando Faria (PP) - SIM

      Luzia Ferreira (PPS) - NÃO

      Marcelo Álvaro Antônio (PR) - NÃO

      Marcelo Aro (PHS) - SIM

      Marcos Montes (PSD) - 

      Marcus Pestana (PSDB) - 

      Margarida Salomão (PT) - NÃO

      Mauro Lopes (PMDB) - SIM

      Misael Varella (DEM) - SIM

      Newton Cardoso Jr (PMDB) - SIM

      Padre João (PT) - NÃO

      Patrus Ananias (PT) - NÃO

      Paulo Abi-Ackel (PSDB) - SIM

      Raquel Muniz (PSD) - SIM

      Reginaldo Lopes (PT) - NÃO

      Renato Andrade (PP) - SIM

      Renzo Braz (PP) - SIM

      Rodrigo de Castro (PSDB) - SIM

      Rodrigo Pacheco (PMDB) - ABSTENÇÃO

      Saraiva Felipe (PMDB) - SIM

      Stefano Aguiar (PSD) - NÃO

      Subtenente Gonzaga (PDT) - NÃO

      Tenente Lúcio (PSB) - SIM

      Toninho Pinheiro (PP) - SIM

      Weliton Prado (PMB) - NÃO

      Zé Silva (SD) - SIM

    • 20:46

      Quórum mínimo alcançado

      É alcançado o número mínimo de votos para que a sessão seja considerada válida, de 342 deputados. A Câmara rejeita a denúncia contra Temer. A votação continua.

    • 20:44

      Rio Grande do Norte

      Antônio Jácome (PTN) - NÃO

      Beto Rosado (PP) - SIM

      Fábio Faria (PSD) - SIM

      Felipe Maia (DEM) - SIM

      Rafael Motta (PSB) - NÃO

      Rogério Marinho (PSDB) - SIM

      Walter Alves (PMDB) - SIM

      Zenaide Maia (PR) - NÃO

    • 20:43

      Humor

    • 20:40

      Resultado parcial recomenda a REJEIÇÃO da denúncia contra Temer por corrupção passiva

      SIM: 194

      NÃO: 163

      AUSENTE: 14

      ABSTENÇÃO: 1

    • 20:39

      Piauí

      Assis Carvalho (PT) - NÃO

      Átila Lira (PSB) - SIM

      Heráclito Fortes (PSB) - SIM

      Iracema Portella (PP) - SIM 

      Júlio Cesar (PSD) - SIM

    • 20:35

      Espírito Santo

      Carlos Manato (SD) - NÃO

      Dr. Jorge Silva (PHS) - NÃO

      Evair Vieira de Melo (PV) - NÃO

      Givaldo Vieira (PT) - NÃO

      Helder Salomão (PT) - NÃO

      Lelo Coimbra (PMDB) - SIM

      Marcus Vicente (PP) - SIM

      Norma Ayub (DEM) - NÃO

      Paulo Foletto (PSB) - NÃO

      Sergio Vidigal (PDT) - NÃO

    • 20:33

      "Fora Temer"

      Mesmo derrotada, a oposição grita "Fora Temer" no plenário da Câmara.

    • 20:25

      Presidenciável fala

      Já em plena pré-campanha presidencial, o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) disse que o Brasil precisa de um presidente "honesto, cristão e patriota". Acabou votando contra o relatório e a favor do prosseguimento da denúncia contra Temer.

    • 20:23

      Resultado parcial recomenda a REJEIÇÃO da denúncia contra Temer por corrupção passiva

      SIM: 176

      NÃO: 149

      AUSENTE: 13

      ABSTENÇÃO: 1

    • 20:22

      Protesto fora do Congresso

    • 20:19

      A matemática não permite mais o avanço da denúncia

    • 20:16

      Rio de Janeiro

      Alessandro Molon (REDE) - NÃO

      Alexandre Serfiotis (PMDB) - AUSENTE

      Alexandre Valle (PR) - SIM

      Altineu Côrtes (PMDB) - SIM

      Arolde de Oliveira (PSC) -NÃO

      Aureo (SD) - SIM

      Benedita da Silva (PT) - NÃO

      Cabo Daciolo (PTdoB) - NÃO

      Celso Jacob (PMDB) - SIM

      Celso Pansera (PMDB) - NÃO

      Chico Alencar (PSOL) - NÃO

      Chico D'angelo (PT) - NÃO

      Cristiane Brasil (PTB) - SIM

      Dejorge Patrício (PRB) - AUSENTE

      Deley (PTB) - NÃO

      Ezequiel Teixeira (PTN) - SIM

      Felipe Bornier (PROS) - NÃO

      Francisco Floriano (DEM) - SIM

      Glauber Braga (PSOL) - NÃO

      Hugo Leal (PSB) - NÃO

      Jair Bolsonaro (PSC) - NÃO 

      Jandira Feghali (PCdoB) - NÃO

      Jean Wyllys (PSOL) - NÃO

      Julio Lopes (PP) - SIM

      Laura Carneiro (PMDB) - NÃO

      Leonardo Picciani (PMDB) - SIM

      Luiz Carlos Ramos (PTN) - NÃO

      Luiz Sérgio (PT) - NÃO

      Marcelo Delaroli (PR) - SIM

      Marcelo Matos (PHS) - NÃO

      Marco Antônio Cabral (PMDB) - SIM

      Marcos Soares (DEM) - SIM

      Miro Teixeira (REDE) - NÃO

      Otavio Leite (PSDB) - NÃO

      Paulo Feijó (PR) - SIM

      Pedro Paulo (PMDB) - SIM

      Roberto Sales (PRB) - SIM

      Rodrigo Maia (DEM) - presidente da Casa - não vota

      Rosangela Gomes (PRB) - SIM

      Sergio Zveiter (PMDB) - NÃO

      Simão Sessim (PP) - SIM

      Soraya Santos (PMDB) - SIM

      Sóstenes Cavalcante (DEM) - NÃO

      Wadih Damous (PT) - NÃO

      Walney Rocha (PEN) - SIM

      Zé Augusto Nalin (PMDB) - SIM

    • 20:10

      Vitória de Temer

    • 20:08

      Ceará

      Adail Carneiro (PP) - NÃO

      André Figueiredo (PDT) - NÃO

      Aníbal Gomes (PMDB) - SIM

      Ariosto Holanda (PDT) - NÃO

      Cabo Sabino (PR) - NÃO

      Chico Lopes (PCdoB) - NÃO

      Danilo Forte (PSB) - SIM

      Domingos Neto (PSD) - SIM

      Genecias Noronha (SD) - SIM

      Gorete Pereira (PR) - SIM

      José Airton Cirilo (PT) - NÃO

      José Guimarães (PT) - NÃO

      Leônidas Cristino (PDT) - 

      Luizianne Lins (PT) - NÃO

      Macedo (PP) - SIM

      Moses Rodrigues (PMDB) - SIM

      Odorico Monteiro (PSB) - NÃO

      Paulo Henrique Lustosa (PP) - SIM

      Raimundo Gomes de Matos (PSDB) - AUSENTE

      Ronaldo Martins (PRB) - NÃO

      Vaidon Oliveira (DEM) - SIM

      Vitor Valim (PMDB) - NÃO

    • 20:07

      Resultado parcial recomenda a REJEIÇÃO da denúncia contra Temer por corrupção passiva

      SIM: 161

      NÃO: 132

      AUSENTE: 13

      ABSTENÇÃO: 1

    • 20:01

      Maranhão

      Aluisio Mendes (PTN) - SIM

      André Fufuca (PP) - SIM

      Cleber Verde (PRB) - SIM

      Deoclides Macedo (PDT) - NÃO

      Eliziane Gama (PPS) - NÃO

      Hildo Rocha (PMDB) - SIM

      João Marcelo Souza (PMDB) - SIM

      José Reinaldo (PSB) - SIM

      Junior Marreca (PEN) - SIM

      Juscelino Filho (DEM) - SIM 

      Luana Costa (PSB) - NÃO

      Pedro Fernandes (PTB) - SIM

      Rubens Pereira Júnior (PCdoB) - NÃO

      Sarney Filho (PV) - SIM

      Victor Mendes (PSD) - SIM

      Waldir Maranhão (PP) - NÃO

      Weverton Rocha (PDT) - NÃO

      Zé Carlos (PT) - NÃO

    • 19:59

      Se você ainda está confuso, um lembrete

    • 19:59

      Ovacionado

      Chamado para votar, o deputado Tiririca (PR-SP) foi um dos mais ovacionados pelos demais parlamentares. Escolheu votar não, contrário ao relatório e favoravelmente ao prosseguimento da denúncia contra Temer.

    • 19:56

      Discurso da vitória de Temer já está pronto

    • 19:54

      Autor da Ficha Limpa fala

    • 19:50

      Resultado parcial recomenda a REJEIÇÃO da denúncia contra Temer por corrupção passiva

      SIM: 147

      NÃO: 111

      AUSENTE: 10

      ABSTENÇÃO: 1

    • 19:46

      'Poeta' do PSD

      "O que o PT uniu, o Janot não separa". Foi assim que o deputado Goulart (PSD-SP) definiu o seu voto, afirmando que os petistas uniram o Brasil "de norte a sul" à época do impeachment de Dilma Rousseff, e que a denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, não pode separar.

    • 19:41

      "Cachorro que muito ladra..."

    • 19:39

      Ex-deputado e 'homem da mala' de Temer quer barrar investigação no STF

    • 19:36

      São Paulo

      Alex Manente (PPS) - NÃO

      Alexandre Leite (DEM) - ABSTENÇÃO

      Ana Perugini (PT) - NÃO

      Andres Sanchez (PT) - NÃO

      Antonio Bulhões (PRB) - SIM

      Antonio Carlos Mendes Thame (PV) - NÃO (votou antes)

      Arlindo Chinaglia (PT) - NÃO

      Arnaldo Faria de Sá (PTB) - NÃO

      Baleia Rossi (PMDB) - SIM

      Beto Mansur (PRB) - SIM

      Bruna Furlan (PSDB) - SIM

      Capitão Augusto (PR) - NÃO

      Carlos Sampaio (PSDB) - NÃO

      Carlos Zarattini (PT) - NÃO 

      Celso Russomanno (PRB) - SIM

      Dr. Sinval Malheiros (PTN) - SIM

      Eduardo Bolsonaro (PSC) - NÃO

      Eduardo Cury (PSDB) - NÃO

      Eli Corrêa Filho (DEM) - SIM 

      Evandro Gussi (PV) - SIM

      Fausto Pinato (PP) - SIM

      Flavinho (PSB) - NÃO

      Gilberto Nascimento (PSC) - AUSENTE

      Goulart (PSD) - SIM

      Guilherme Mussi (PP) - SIM

      Herculano Passos (PSD) - SIM 

      Ivan Valente (PSOL) - NÃO

      Izaque Silva (PSDB) - NÃO

      Jefferson Campos (PSD) - NÃO 

      João Paulo Papa (PSDB) - NÃO

      Jorge Tadeu Mudalen (DEM) - SIM

      José Mentor (PT) - NÃO

      Keiko Ota (PSB) - NÃO

      Lobbe Neto (PSDB) - NÃO

      Luiz Lauro Filho (PSB) - NÃO

      Luiza Erundina (PSOL) - NÃO

      Major Olimpio (SD) - NÃO

      Mara Gabrilli (PSDB) - NÃO (votou antes)

      Marcelo Aguiar (DEM) - SIM

      Marcelo Squassoni (PRB) - SIM

      Marcio Alvino (PR) - SIM

      Miguel Haddad (PSDB) - NÃO

      Miguel Lombardi (PR) - SIM

      Milton Monti (PR) - SIM

      Missionário José Olimpio (DEM) - SIM

      Nelson Marquezelli (PTB) - SIM

      Nilto Tatto (PT) - NÃO

      Orlando Silva (PCdoB) - NÃO

      Paulo Freire (PR) - SIM

      Paulo Maluf (PP) - SIM (votou antes)

      Paulo Pereira da Silva (SD) - SIM

      Paulo Teixeira (PT) - NÃO

      Pollyana Gama (PPS) - NÃO

      Pr. Marco Feliciano (PSC) - SIM 

      Renata Abreu (PTN) - NÃO

      Ricardo Izar (PP) - SIM

      Ricardo Tripoli (PSDB) - NÃO

      Roberto Alves (PRB) - SIM

      Roberto de Lucena (PV) - SIM

      Roberto Freire (PPS) - NÃO

      Sérgio Reis (PRB) - NÃO

      Silvio Torres (PSDB) - NÃO

      Tiririca (PR) - NÃO

      Valmir Prascidelli (PT) - NÃO

      Vanderlei Macris (PSDB) - NÃO

      Vicente Candido (PT) - NÃO

      Vicentinho (PT) - NÃO

      Vinicius Carvalho (PRB) - SIM

      Vitor Lippi (PSDB) - NÃO

      Walter Ihoshi (PSD) - SIM

    • 19:36

      Resultado parcial recomenda a REJEIÇÃO da denúncia contra Temer por corrupção passiva

      SIM: 116

      NÃO: 80

      AUSENTE: 9

      ABSTENÇÃO: 1

    • 19:32

      Mato Grosso

      Adilton Sachetti (PSB) - SIM

      Carlos Bezerra (PMDB) - SIM

      Ezequiel Fonseca (PP) - SIM

      Fabio Garcia (PSB) - SIM

      Nilson Leitão (PSDB) - SIM

      Professor Victório Galli (PSC) - SIM

      Rogério Silva (PMDB) - SIM

      Ságuas Moraes (PT) - NÃO

    • 19:30

      Tocantins

      Carlos Henrique Gaguim (PTN) - SIM

      César Halum (PRB) - NÃO

      Dulce Miranda (PMDB) - SIM

      Irajá Abreu (PSD) - NÃO

      Josi Nunes (PMDB) - SIM

      Lázaro Botelho (PP) - SIM

      Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM) - SIM

      Vicentinho Júnior (PR) - AUSENTE

    • 19:28

      Resultado parcial recomenda a REJEIÇÃO da denúncia contra Temer por corrupção passiva

      SIM: 107

      NÃO: 69

      AUSENTE: 9

    • 19:27

      Acre

      Alan Rick (PRB) - NÃO

      Angelim (PT) - NÃO

      César Messias (PSB) - NÃO

      Flaviano Melo (PMDB) - SIM

      Jéssica Sales (PMDB) - SIM

      Leo de Brito (PT) - NÃO

      Moisés Diniz (PCdoB) - NÃO

      Rocha (PSDB) - NÃO

    • 19:24

      Distrito Federal

      Alberto Fraga (DEM) - SIM

      Augusto Carvalho (SD) - NÃO

      Erika Kokay (PT) - NÃO

      Izalci Lucas (PSDB) - SIM

      Laerte Bessa (PR) - SIM

      Rogério Rosso (PSD) - SIM

      Ronaldo Fonseca (PROS) - SIM

      Rôney Nemer (PP) - AUSENTE

    • 19:24

      Temer está a 50% do arquivamento

      A base aliada de Michel Temer precisa de 172 votos SIM para arquivar a denúncia contra o presidente da República. Até agora já obteve mais da metade dos votos necessários e caminha para conseguir se sair vitorioso no plenário.

    • 19:22

      Resultado parcial recomenda a REJEIÇÃO da denúncia contra Temer por corrupção passiva

      SIM: 94

      NÃO: 63

      AUSENTE: 8

    • 19:21

      Prioridade tucana

      Por conta da idade, o deputado mineiro Bonifácio Andrada (PSDB) votou sim.

    • 19:19

      Enquanto deputados votam, a Polícia Federal vai ao Twitter...

    • 19:17

      Goiás

      Alexandre Baldy (PTN) - SIM

      Célio Silveira (PSDB) - SIM

      Daniel Vilela (PMDB) - SIM

      Delegado Waldir (PR) - AUSENTE

      Fábio Sousa (PSDB) - NÃO

      Flávia Morais (PDT) - NÃO

      Giuseppe Vecci (PSDB) - SIM

      Heuler Cruvinel (PSD) - SIM

      João Campos (PRB) - AUSENTE 

      Jovair Arantes (PTB) - SIM

      Lucas Vergilio (SD) - SIM

      Magda Mofatto (PR) - SIM

      Marcos Abrão (PPS) - NÃO

      Pedro Chaves (PMDB) - SIM

      Roberto Balestra (PP) - SIM

    • 19:15

      Desafeto de Temer, peemedebista do Paraná não compareceu

    • 19:14

      Rondônia

      Expedito Netto (PSD) - NÃO

      Lindomar Garçon (PRB) - SIM

      Lucio Mosquini (PMDB) - SIM

      Luiz Cláudio (PR) - SIM

      Marcos Rogério (DEM) - NÃO

      Mariana Carvalho (PSDB) - NÃO

      Marinha Raupp (PMDB) - SIM

      Nilton Capixaba (PTB) - SIM

    • 19:13

      Resultado parcial recomenda a REJEIÇÃO da denúncia contra Temer por corrupção passiva

      SIM: 74

      NÃO: 55

      AUSENTE: 6

    • 19:12

      Amazonas

      Alfredo Nascimento (PR) - SIM

      Arthur Virgílio Bisneto (PSDB) - SIM

      Átila Lins (PSD) - SIM

      Conceição Sampaio (PP) - NÃO

      Hissa Abrahão (PDT) - NÃO

      Pauderney Avelino (DEM) - SIM

      Sabino Castelo Branco (PTB) - SIM

      Silas Câmara (PRB) - SIM

    • 19:11

      Curiosidade

      Nada menos do que 10 ministros de Temer reassumiram o seu mandato exclusivamente para participar da votação na Câmara.

    • 19:09

      Mato Grosso do Sul

      Carlos Marun (PMDB) - SIM

      Dagoberto Nogueira (PDT) - NÃO

      Elizeu Dionizio (PSDB) - SIM

      Geraldo Resende (PSDB) - SIM

      Mandetta (DEM) - NÃO

      Tereza Cristina (PSB) - SIM

      Vander Loubet (PT) - NÃO

      Zeca do PT (PT) - NÃO

    • 19:08

      Resultado parcial recomenda a REJEIÇÃO da denúncia contra Temer por corrupção passiva

      SIM: 61

      NÃO: 46

      AUSENTE: 6

    • 19:04

      Enquanto isso, no mercado financeiro...

    • 19:02

      Apoio sem limites

    • 19:00

      Paraná

      Alex Canziani (PTB) - SIM

      Alfredo Kaefer (PSL) - SIM

      Aliel Machado (REDE) - NÃO

      Assis do Couto (PDT) - NÃO

      Christiane de Souza Yared (PR) - NÃO

      Delegado Francischini (SD) - NÃO

      Diego Garcia (PHS) - NÃO

      Dilceu Sperafico (PP) - SIM

      Edmar Arruda (PSD) - SIM

      Enio Verri (PT) - NÃO 

      Evandro Roman (PSD) - SIM

      Giacobo (PR) - SIM

      Hermes Parcianello (PMDB) - SIM

      João Arruda ( PMDB) - SIM

      Leandre (PV) - NÃO

      Leopoldo Meyer (PSB) - NÃO

      Luciano Ducci (PSB) - AUSENTE

      Luiz Carlos Hauly (PSDB) - SIM

      Luiz Nishimori (PR)- SIM

      Nelson Meurer (PP) - SIM

      Nelson Padovani (PSDB) - SIM

      Osmar Bertoldi (DEM) - SIM

      Osmar Serraglio (PMDB) - AUSENTE

      Reinhold Stephanes (PSD) -AUSENTE

      Rubens Bueno (PPS) - NÃO

      Sandro Alex (PSD) - NÃO

      Sergio Souza (PMDB) - SIM

      Takayama (PSC) - SIM

      Toninho Wandscheer (PROS) - SIM

      Zeca Dirceu (PT) - NÃO

    • 19:00

      Maluf vota ao lado de Temer

      Deputado Paulo Maluf (PP-SP) vota sim, a favor do relatório e contra a denúncia.

    • 18:58

      Resultado parcial recomenda a REJEIÇÃO da denúncia contra Temer por corrupção passiva

      SIM: 45

      NÃO: 35

      AUSENTE: 3

    • 18:53

      O momento da confusão entre parlamentares do Rio Grande do Sul

    • 18:52

      Pará

      Arnaldo Jordy (PPS) - NÃO 

      Beto Faro (PT) - NÃO

      Beto Salame (PP) - SIM

      Delegado Éder Mauro (PSD) - SIM

      Edmilson Rodrigues (PSOL) - NÃO

      Elcione Barbalho (PMDB) - SIM

      Francisco Chapadinha (PTN) - SIM

      Hélio Leite (DEM) - SIM

      Joaquim Passarinho (PSD) - NÃO

      José Priante (PMDB) - SIM

      Josué Bengtson (PTB) - SIM

      Júlia Marinho (PSC) - SIM

      Lúcio Vale (PR)- SIM

      Nilson Pinto (PSDB) - SIM

      Simone Morgado (PMDB) - SIM

      Wladimir Costa (SD) - SIM

      Zé Geraldo (PT) - NÃO

    • 18:51

      Resultado parcial recomenda a REJEIÇÃO da denúncia contra Temer por corrupção passiva

      SIM: 32

      NÃO: 30

      AUSENTE: 3

    • 18:50

      Amapá

      André Abdon (PP) - SIM

      Cabuçu Borges (PMDB) - SIM

      Janete Capiberibe (PSB) - NÃO

      Jozi Araújo (PTN) - SIM

      Marcos Reategui (PSD) - SIM

      Professora Marcivania (PCdoB) - NÃO

      Roberto Góes (PDT) - SIM

      Vinicius Gurgel (PR) - SIM

    • 18:49

      Pressão e protestos

    • 18:46

      Prioridade

      Deficiente física, a deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP) vota não.

    • 18:44

      Resultado parcial recomenda a REJEIÇÃO da denúncia contra Temer por corrupção passiva

      SIM: 27

      NÃO: 28

      AUSENTE: 2

    • 18:43

      Santa Catarina

      Carmen Zanotto (PPS) - NÃO

      Celso Maldaner (PMDB) - SIM

      Cesar Souza (PSD) - SIM

      Décio Lima (PT) - NÃO

      Esperidião Amin (PP) - NÃO

      Geovania de Sá (PSDB) - NÃO

      João Paulo Kleinübing (PSD) - SIM

      João Rodrigues (PSD) - SIM

      Jorge Boeira (PP) - SIM

      Jorginho Mello (PR) - NÃO

      Marco Tebaldi (PSDB) - SIM

      Mauro Mariani (PMDB) - NÃO

      Rogério Peninha Mendonça (PMDB) - SIM

      Ronaldo Benedet (PMDB) - SIM

      Valdir Colatto (PMDB) - SIM

    • 18:42

      Manifestantes começam a se aglutinar do lado de fora do Congresso Nacional

    • 18:39

      Humor

    • 18:36

      Para relembrar

      Para que a denúncia contra Michel Temer prossiga no Supremo Tribunal Federal (STF), é preciso que a oposição consiga 342 votos contrários ao relatório que está sendo apreciado pelo plenário da Câmara. Já a base aliada precisa de 172 votos para levar ao arquivamento da denúncia.

    • 18:32

      Adiantado

      Por questões de saúde, o deputado Mendes Thame (PV-SP) se adianta e vota não.

    • 18:29

      Confusão gaúcha

      Princípio de confusão entre deputados do Rio Grande do Sul. O petista Henrique Fontana bateu boca com o peemedebista Mauro Pereira.

    • 18:28

      Rio Grande do Sul

      Afonso Hamm (PP) - NÃO
      Afonso Motta (PDT) - NÃO
      Alceu Moreira (PMDB) - SIM
      Bohn Gass (PT) - NÃO
      Cajar Nardes (PR) - SIM
      Carlos Gomes (PRB) - NÃO
      Danrlei de Deus Hinterholz (PSD) - NÃO
      Darcísio Perondi (PMDB) - SIM
      Giovani Cherini (PDT) - Ausente
      Heitor Schuch (PSB) - NÃO
      Henrique Fontana (PT) - NÃO
      Jerônimo Goergen (PP) - NÃO
      João Derly (REDE) - NÃO
      José Fogaça (PMDB) - SIM
      José Otávio Germano (PP) - SIM
      Jose Stédile (PSB) - NÃO 
      Luis Carlos Heinze (PP) - NÃO
      Marco Maia (PT) - NÃO
      Marcon (PT) - NÃO
      Maria do Rosário (PT) - NÃO
      Mauro Pereira (PMDB) - SIM
      Onyx Lorenzoni (DEM) - NÃO
      Osmar Terra (PMDB) - SIM
      Paulo Pimenta (PT) - NÃO
      Pepe Vargas (PT) - NÃO
      Pompeo de Mattos (PT) - NÃO
      Renato Molling (PP) - SIM
      Ronaldo Nogueira (PTB) - SIM
      Sérgio Moraes (PTB) - SIM
      Yeda Crusius (PSDB) - SIM
    • 18:27

      Ordem da votação

    • 18:24

      Roraima

      Abel Mesquita Jr. (DEM) - SIM

      Carlos Andrade (PHS)- Não

      Édio Lopes - SIM

      Hiran Gonçalves - SIM

      Jhonatan de Jesus - SIM

      Maria Helena - SIM

      Remídio Monai - SIM

      Shéridan - Ausente

    • 18:22

      Rodrigo Maia dá início à votação

      O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), dá início à votação, começando pelos parlamentares dos estados do Norte.

    • 18:21

      Maioria orienta voto a favor do relatório

      O deputado Lelo Coimbra (PMDB-ES) orienta o voto da maioria em favor do relatório e contra a denúncia.

    • 18:20

      Sono parlamentar após quase 10 horas de sessão

    • 18:18

      Protesto na Avenida Paulista, em São Paulo

    • 18:20

      Governo orienta voto contra a denúncia

      O deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) afirmar ter uma convicção pessoal de que o presidente Temer não deve ser investigado, orientando o voto a favor do relatório.

    • 18:14

      'Capítulo para a história'

      Falando como líder do governo, o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) disse ter a firme percepção que a sessão de hoje é um capítulo que entrará na história. Ele relembrou que até pouco tempo sequer era possível votar livremente no Brasil.

    • 18:11

      PPS vota a favor da denúncia

      O deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA) indicou voto do partido contrário ao relatório e a favor do prosseguimento da denúncia contra Temer.

    • 18:09

      Minoria vota a favor da denúncia

      A deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) encaminha voto da minoria pelo não ao parecer.

    • 18:07

      O que está sendo analisado na denúncia da PGR contra Temer

    • 18:06

      PMB a favor da denúncia

      O deputado Weliton Prado (PMB-MG) orienta voto não ao relatório.

    • 18:05

      PEN vota contra a denúncia

      Futuro partido do deputado Jair Bolsonaro, o PEN orienta voto sim ao relatório e contra o prosseguimento da denúncia.

    • 18:03

      Mais cedo, deputados trocaram empurrões no plenário

    • 18:02

      Rede orienta voto contra o relatório

      O deputado Miro Teixeira (Rede-RJ) orienta voto não ao relatório e em favor do prosseguimento da denúncia contra Temer.

    • 17:59

      PSOL orienta voto a favor da denúncia contra Temer

      "Fora Temer e diretas já!", concluiu Glauber Braga (PSOL-RJ).

    • 17:58

      Glauber Braga (PSOL-RJ) diz que Temer não tem legitimidade

      "A denúncia tem elementos contundentes, ela é gravíssima", disse o deputado. 

    • 17:42

      Hashtag #InvestiguemTemer é uma das mais comentadas no Twitter

    • 17:31

      PDT contra Temer

      O deputado Wewerton Rocha (PDT-MA) informou que o partido votará contra o relatório, já que é a favor do prosseguimento da denúncia contra Temer.

    • 17:29

      Equívocos na Câmara

    • 17:25

      PRB fechou questão

      Partido da base de Temer, o PRB vai votar contra a denúncia, informou o deputado Cleber Verde (PRB-MA).

    • 17:23

      PTB vota a favor do relatório

      O deputado Jovair Arantes (PTB-GO) diz que a decisão é política, e não jurídica, e por isso orienta a bancada a votar sim ao relatório, contrariando a denúncia.

    • 17:22

      DEM vota contra a denúncia

      Embora o partido não tenha fechado questão, o deputado Efraim Filho (DEM-PB) orienta o voto sim ao relatório.

    • 17:18

      PSB dividido

      A deputada Tereza Cristina (PSB-MG) diz que o PSB votará não, mas que ela votará sim ao relatório, contra a denúncia.

    • 17:15

      PSD orienta voto contra a denúncia

      Após dizer que as brigas partidárias precisam ser colocadas de lado neste momento, o deputado Marcos Montes (PSD-MG) diz que a grande maioria do partido vai votar "sim" ao relatório.

    • 17:08

      PR vota contra a denúncia

      Segundo o deputado José Rocha (PR-BA), a opção do afastamento do presidente implica no pagamento de um tributo que compromete a governabilidade e aprofunda a crise econômica.

    • 17:05

      Deputado com tatuagem de Temer atrai atenção durante sessão da denúncia contra o presidente

      Deputado Wladimir Costa (SD-PA) exibiu no ombro uma tatuagem em homenagem ao presidente Michel Temer

      Deputado que tatuou 'Temer' no ombro recebeu R$ 7 milhões em emendas

      Figura até então pouco conhecida na política nacional, o deputado federal Wladimir Costa (SD-PA) ficou famoso no último fim de semana ao aparecer com uma tatuagem no ombro, na qual podia se ler o nome “Temer” estampado na pele, em alusão ao presidente Michel Temer (PMDB).
      Mostrar mais
    • 16:57

      "Blindar a presidência só contribuiu pro aumento da descrença no parlamento", diz o líder do PSDB

    • 16:56

      PSDB não fecha questão, mas orienta voto "não", a favor da denúncia

      "Nosso apoio ao governo sempre esteve condicionado à agenda de reformas, e assim será", o deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP). Segundo ele, deputados estão livres pra votar. 

    • 16:53

      PT encaminha voto a favor da denúncia contra Temer;

    • 16:39

      Começa a orientação de voto por bancada

      Sim ao parecer = não à denúncia.

      Não ao parecer = sim à denúncia

    • 16:33

      Líder do PCdoB orienta 'não' ao parecer

      "O que vemos aqui e uma defesa caricata, violenta, calçada em ações nada republicanas. Bocas malditas, não falem em nome de quem luta. Nós vamos votar 'não' ao parecer, não a Temer", diz a deputada Alice Portugal, líder do PCdoB

    • 16:28

      Cédulas que foram jogadas contra deputados governistas

    • 16:15

      Oposição joga notas de dinheiro falsas contra deputados governistas

    • 16:10

      Plenário tem bate-boca entre deputados após fala de Wladimir Costa

    • 15:59

      Carlos Zarattini (PT-SP) diz Temer precisa ser afastado e julgado

      "Nós não podemos continuar dessa forma", disse o deputado, apoiando as eleições diretas no país. 

      Nota do Paládio do Planalto afirma que o presidente Michel Temer jamais tratou de valores com Márcio Faria

      Temer celebra reforma trabalhista e ignora denúncia em pronunciamento (VÍDEO)

      O presidente Michel Temer publicou um vídeo nas redes sociais nesta segunda-feira (17) celebrando a aprovação da reforma trabalhista e chega a dizer que o governo venceu a maior recessão da história do pais. Em quase 4 minutos de vídeo, Temer não mencionou a denúncia por corrupção que enfrenta.
      Mostrar mais
    • 15:45

      Alessandro Molon (Rede-RJ): denúncia tem provas "robustas, claríssimas"

      Segundo o deputado, "o Parlamento corre o risco de colaborar com a impunidade", com votos "sendo trocados por emendas".

    • 15:40

      Palácio do Planalto já prepara pronunciamento de Michel Temer

      Presidente da República Michel Temer durante a posse do ministro da Cultura, Roberto Freire, em Brasília. Dia 23 de novembro de 2016.

      Especialista: liberação astronômica de verbas para deputados federais pode 'salvar' Temer

      “Michel Temer vai continuar no cargo.” Esta é a opinião do cientista político Antonio Marcelo Jackson, Professor da Universidade Federal de Ouro Preto, em Minas Gerais.
      Mostrar mais
    • 15:34

      "Quem é Temer mostra a cara e até tatua no peito", disse o deputado Wladimir Costa

      Presidente da República Michel Temer durante a posse do ministro da Cultura, Roberto Freire, em Brasília. Dia 23 de novembro de 2016.

      Prova de amor: deputado federal tatua 'Temer' no ombro (FOTO)

      O deputado federal Wladimir Costa (SD-PA) resolveu marcar na pele seu apoio ao presidente Michel Temer (PMDB). O congressista grafou uma bandeira do Brasil e o nome "Temer" em seu ombro direito - e promete mostrar a tatuagem no plenário na quarta-feira (2), durante a votação da denúncia de corrupção passiva contra o peemedebista.
      Mostrar mais
    • 15:33

      Ivan valente (PSOL-SP) pede "Fora Temer!"

      "85% da população sabem que Temer é corrupto, que Rocha Loures carregou a mala de dinheiro para ele", diz Ivan valente (PSOL-SP)

    • 15:28

      "O Temer é um homem ético, transparente, tem história, tem preparo", diz Wladimir Costa, deputado que tatuou o nome de Temer no ombro

    • 15:26

      Começa a votação da matéria!

      O deputado Wladimir Costa (Solidariedade-PA) diz Temer tem 80% de popularidade no Pará e defende o presidente.

    • 15:18

      Sessão tem quórum para votação da denúncia

      343 deputados estão registrados para votar. 

      Mesa da Câmara lê denúncia da Procuradoria-Geral contra Temer

      Para o Psol, rejeição de denúncia contra Temer vai ferir de morte o Congresso

      Embora não queira antecipar uma análise sobre a aceitação ou não da denúncia contra o presidente Michel Temer na sessão desta quarta-feira, na Câmara, o presidente nacional do Psol, Luis Araújo, disse à Sputnik Brasil que, caso o Legislativo opte por arquivar a ação, o Congresso brasileiro será ferido de morte junto à população.
      Mostrar mais
    • 15:15

      Fachin: "assim que Câmara tomar lá uma decisão, vou ordenar processo em seguida"

    • 15:08

      Partidos votam pelo adiamento ou não da votação da denúncia; oposição em obstrução

    • 15:03
      Deputados se preparam para pedir tempo para pronunciamento

      Pequenos agricultores acusam Câmara de ser conivente com Temer

      "O atual Congresso é um retrato da política moribunda brasileira. Ele foi cooptado e é quase certo que a denúncia contra o presidente Michel Temer vai ser arquivada." Crítica e previsão são de Bruno Pilão, membro da coordenação nacional do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA).
      Mostrar mais
    • 15:01

      247 deputados estão registrados na sessão, permitindo a retomada da discussão sobre autorização da denúncia

    • 14:47

      PMDB e PSDB votam contra o requerimento de adiamento da votação

    • 14:44

      O deputado Carlos Zarattini (PT-SP) pede a retirada de pauta para que a sessão não se realize hoje

      Brazil's President Michel Temer reacts during a meeting of the Council for Economic and Social Development (CDES) at the Planalto Palace in Brasilia, Brazil, November 21, 2016

      Augusto Cattoni: Temer deve conseguir barrar denúncia, mas não com a margem esperada

      O cientista político Augusto Cattoni, Pesquisador do Instituto Atlântico, acredita que o governo deverá ganhar na sessão de hoje da Câmara dos Deputados, mas não com a folga esperada:
      Mostrar mais
    • 14:34

      Temer se reuniu com 117 deputados desde que recebeu denúncia

      Somente na última terça-feira, o presidente Michel Temer recebeu 31 deputados para negociar cargos e emendas. 

      Michel Temer no lançamento do Novo Processo de Exportações do Portal Único de Comércio Exterior, em Brasília

      Michel Temer faz 'ofensiva de guerra' para evitar processo no STF

      O Palácio do Planalto se prepara com "estratégia de guerra" para a sessão da Câmara dos Deputados que poderá autorizar ou não o Supremo Tribunal Federal a instaurar ação penal contra o Presidente Michel Temer por crime de corrupção passiva. Deputados falaram com exclusividade à Sputnik Brasil sobre as chances de Temer sair vitorioso.
      Mostrar mais
    • 14:25

      Oposição esvazia plenário para tentar adiar votação; governistas dizem ter 290 votos e querem encerrar logo a votação

      "Temos 290 votos e queremos encerrar logo para continuarmos governando", afirma o vice-líder o Governo, Beto Mansur (PRB-SP).

    • 14:17

      Deputado Baleia Rossi (PMDB-SP) defende Temer e discursa contra a denúncia

      "Não é razoável afastar nesse momento por seis meses o Presidente da República", disse o líder do PMDB na Câmara. 

    • 14:14

      Tatuagem do deputado Wladimir Costa inspira oposição de Temer durante a votação de denúncia

    • 14:03

      Segundo o Blog do Noblat, Michel Temer já tem o discurso da vitória

    • 13:58

      Deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) faz a leitura da ata da sessão que se encerrou

    • 13:56

      Rodrigo Maia encerra a sessão

      Com o início da nova sessão é necessário reabrir os registros de presença. A estratégia da oposição volta a ser de impedir o quorum de 342 deputados.

    • 13:51

      Maia refaz votação de requerimentos para adiamento da votação

      O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, decidiu refazer a votação de cinco requerimentos que pedem o adiamento da votação do pedido do Supremo Tribunal Federal (STF) para instaurar processo por crime de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer, informou Agência Câmara Notícias.

      Maia chegou a colocar os requerimentos para votar e em bloco e os considerou rejeitados,  no entanto, diante de questões de ordem apresentadas pelo PCdoB e pelo PT, que questionaram a falta de encaminhamento e de orientação dos requerimentos, Maia decidiu refazer a votação, concedendo aos partidos o direito de se manifestarem sobre o adiamento da votação.

    • 13:50

      A votação será nominal e cada deputado terá 15 segundos para proferir seu voto

    • 13:49

      Líder do PCdoB diz que oposição fará manifestações

    • 13:44

    • 13:43

      Polícia isola a Câmara para impedir manifestações, prometidas pela oposição para esta tarde

    • 13:36

    • 13:34

      Partidos votam requerimentos de adiamento da votação

    • 13:32

      Oposição quer votar denúncia da PGR contra Temer, e não relatório da CCJ

      A oposição entrou com mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal para que o Plenário da Câmara vote o pedido da Procuradoria Geral da República (PGR) para instaurar processo por crime de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer, e não o relatório da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania contrário ao pedido, informou a Agência Câmara.

    • 13:27

      MST prometeu protestos para pressionar os deputados durante a votação

    • 13:26

    • 13:23

      Gritaria na Câmara. Deputados da oposição querem propor questão de ordem

    • 13:18

      Vice-líder da oposição, Sílvio Costa (PTdoB-PE), admitiu a vitória de Temer aos jornalistas

      Costa classificou a estratégia da oposição de "burra". Os deputados da oposição discursaram durante a discussão sobre o parecer sobre a denúncia contra Temer. Mesmo sem oficializar a presença, o presidente da Câmara computou esses parlamentares como presentes no plenário.

      Dessa fora, segundo o vice-líder, a oposição "fez o jogo de Temer", ao garantir quorum para a votação.

      Sílvio Costa disse que a oposição agiu como "amadores" e os governistas como "profissionais", mas "profissionais da má política e do fisiologismo."

    • 13:09

      A votação será feita por chamada nominal. Cada deputado será chamado ao microfone para proclamar seu voto.

    • 13:05

      Segundo painel da Câmara, 384 deputados registraram presença

      Com a presença de 342 deputados, o Plenário já pode iniciar a votação do parecer da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) que recomenda que a Câmara dos Deputados negue a autorização para que o Supremo Tribunal Federal (STF) abra processo contra Michel Temer por crime de corrupção passiva, informou a Agência Câmera Notícias.

      A oposição entrou com mandado de segurança no Supremo para que o Plenário da Câmara vote o pedido da PGR, e não o parecer da CCJ. O pedido será analisado pela ministra Rosa Weber.

    • 12:54

      Requerimento para encerrar discussão foi aprovado com 292 votos a favor, 20 contra e 2 abstenções

    • 12:53

      Confusão generalizada toma conta do Plenário

      Deputados trocam ofensas.

    • 12:51

    • 12:49

      Segue a votação do requerimento para encerrar discussão sobre denúncia contra Temer

    • 12:43

      Deputados batem boca e trocam provocações

      Deputados da base aliada acusaram os deputados da oposição de covardes por não votarem.

    • 12:37

      A oposição está sendo orientada a não votar o fim da discussão da matéria

    • 12:33

      Quórum de 342 deputados é atingido

    • 12:29

      PTB vota a favor do fim da discussão e início da votação definitiva

    • 12:28
      Brazil's President Michel Temer reacts during a meeting of the Council for Economic and Social Development (CDES) at the Planalto Palace in Brasilia, Brazil, November 21, 2016

      Augusto Cattoni: Temer deve conseguir barrar denúncia, mas não com a margem esperada

      O cientista político Augusto Cattoni, Pesquisador do Instituto Atlântico, acredita que o governo deverá ganhar na sessão de hoje da Câmara dos Deputados, mas não com a folga esperada:
      Mostrar mais
    • 12:26

      PSDB vota contra o encerramento da discussão

    • 12:25

      PSB, PDT, PCdoB, PMB e PSOL orientam obstrução

    • 12:24

      PP, PR, PMDB, DEM, Solidariedade, PPS e PTB votam sim ao encerramento da discussão

    • 12:23

      PT orienta a bancada a não votar nem o encerramento da discussão

    • 12:18
      Brasília - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, fala à imprensa após chegar ao Congresso Nacional (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

      Melhor cenário para a oposição hoje é adiar a sessão, diz Emir Sader

      O filósofo e cientista político Emir Sader, Coordenador do Laboratório de Políticas Públicas da UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), acredita que o máximo que a oposição poderá obter de concreto hoje na sessão plenária da Câmara dos Deputados é o adiamento da votação:
      Mostrar mais
    • 12:16

      316 deputados se registraram

    • 12:09

      Requerimento para encerrar discussão sobre denúncia contra Temer será votado nominalmente

      O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, determinou há pouco que seja nominal a votação do requerimento de encerramento da discussão do pedido para instaurar processo por crime de corrupção passiva contra o presidente da República, Michel Temer.

    • 11:59

      Representantes da base aliada e da oposição falam à TV Câmara da análise do caso Temer

    • 11:54

      299 deputados marcaram presença

      A qualquer momento, mantido o quórum de 257 parlamentares presentes, poderá ser votado requerimento para encerramento da discussão.

      A votação só será aberta com a presença em Plenário de 342 deputados – o equivalente a 2/3 do total de 513. Esse é o número mínimo de votos para aprovar ou rejeitar o parecer, segundo a Constituição.

    • 11:48
      Temer garante que novo ministro da Justiça não será escolhido por conveniências partidárias

      Opinião: Temer deve sair vitorioso hoje

      Para a cientista política Sonia Fleury, Professora da Escola de Administração Pública da Fundação Getúlio Vargas no Rio de Janeiro, o governo deve ser o grande vitorioso na sessão plenária de hoje da Câmara dos Deputados:
      Mostrar mais
    • 11:42

      PT solicitou o requerimento para encerramento da discussão

    • 11:41

      Deputado Laerte Bessa (PR-DF) chama Lula de "maior ladrão do mundo" e a oposição protestou e iniciou uma vaia

    • 11:35

      Deputados seguem a discussão do parecer sobre denúncia contra Michel Temer

      Para dar continuidade à análise da denúncia pelo STF, a oposição precisa de 342 votos. Para barrar a denúncia, o governo precisa de 172 votos. Se não houver registro de presença de 342 deputados, a votação não pode acontecer, ficando, portanto, adiada.

      Quando houver quórum de 257 deputados, é possível apresentar requerimento para encerrar as discussões. A base, entretanto, diz que pretende esperar a presença estar perto dos 342 para pedir encerramento, já que a votação exige 342 presentes.

    • 11:32
      Presidente da República Michel Temer durante a posse do ministro da Cultura, Roberto Freire, em Brasília. Dia 23 de novembro de 2016.

      Especialista: liberação astronômica de verbas para deputados federais pode 'salvar' Temer

      “Michel Temer vai continuar no cargo.” Esta é a opinião do cientista político Antonio Marcelo Jackson, Professor da Universidade Federal de Ouro Preto, em Minas Gerais.
      Mostrar mais
    • 11:25

      257 deputados registraram presença do Plenário e o governo poderá votar o encerramento da discussão

    • 11:22

      Em dia decisivo na Câmara, assessoria de Temer evita tocar no assunto e fala em crescimento econômico

    • 11:19

      254 deputados registraram presença

      Faltam 3 deputados se registrarem. Ao se alcançar o quorum de 257 deputados, qualquer partido poderá solicitar o fim da discussão da matéria.

    • 11:16

      PSDB pode virar a casaca

      Líder do PSDB, deputado Ricardo Tripoli (SP), decidiu que irá orientar o voto pela aceitação da denúncia por corrupção contra Michel Temer, segundo o Globo. O partido é um dos principais aliados de Temer e conta com quatro ministérios.

    • 11:08

      Deputado Delegado Edson Moreira (PR-MG) se manifestou a favor de Temer, seguido por Deputado Major Olímpio (SD-SP) que pediu a saída do presidente

      Os deputados apresentam as suas posições, mas a votação somente começará após o quorum necessário de 342 deputados for atingido. 

    • 11:03
      Michel Temer no lançamento do Novo Processo de Exportações do Portal Único de Comércio Exterior, em Brasília

      Michel Temer faz 'ofensiva de guerra' para evitar processo no STF

      O Palácio do Planalto se prepara com "estratégia de guerra" para a sessão da Câmara dos Deputados que poderá autorizar ou não o Supremo Tribunal Federal a instaurar ação penal contra o Presidente Michel Temer por crime de corrupção passiva. Deputados falaram com exclusividade à Sputnik Brasil sobre as chances de Temer sair vitorioso.
      Mostrar mais
    • 11:00

      Dez deputados deixaram ministérios de Temer para reassumir mandatos

      Dez deputados que ocupavam ministérios reassumiram os mandatos nesta quarta-feira para participar da votação em Plenário que analisa o pedido do Supremo Tribunal Federal para autorização de abertura de processo criminal contra Michel Temer por corrupção passiva, informou Agência Câmara Notícias.

      Antonio Imbassahy (PSDB-BA), deixou a Secretaria de Governo; Bruno Araújo (PSDB-PE), o Ministério das Cidades; Fernando Coelho Filho (PSB-PE), o das Minas e Energia; Leonardo Picciani (PMDB-RJ), o do Esporte; Marx Beltrão (PMDB-AL), o do Turismo; Maurício Quintella Lessa (PR-AL), o dos Transportes; Osmar Terra (PMDB-RS), o de Desenvolvimento Social; Ronaldo Nogueira (PTB-RS), o do Trabalho; e Sarney Filho (PV-MA); o do Meio Ambiente.

    • 10:54

      Deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS) se manifesta contra Temer

    • 10:52

      Deputados batem boca no Plenário

      Deputados da base aliada reclamam dos deputados de oposição que não se registraram. Segundo aliados do governo, a oposição não teria quorum suficiente para autorizar o Supremo a abrir o processo contra Temer. 

    • 10:51

      211 parlamentares foram inscritos no Plenário. Assim que o quorum atingir o número de 342 a votação poderá ser aberta.

    • 10:46

      Deputado Mauro Pereira (PMDB-RS) convoca os deputados a votar e defende Temer

      Segundo ele, todos os deputados, a favor ou contra Temer, têm o dever moral de comparecer ao Plenário. Deputado afirmou que quem votar contra o Temer "detesta o Brasil" e é "aliado do PT" e outros partidos de esquerda que "acabaram com o Brasil". O deputado pediu para "colocar o Lula n cadeia".

      Deputados manisfestam protesto. "Lave a boca", gritou uma voz do plenário.

    • 10:42

    • 10:41

      Deputado Ivan Valente (PSOL-SP) discursa contra Temer

      Deputado fala em corrupção explícita e chama Eduardo Cunha, que colocou Temer no poder, de "bandido".

    • 10:40

      Deputado Takayama (PSC-PR) falou em "revanchismo" de um governo de esquerda que "acabou com o país" e quer voltar ao poder. Ele declarou seu apoio a Temer.

    • 10:36

      Deputados começam a discussão do parecer

      Deputados contra e a favor de Temer se revesarão no palanque.

    • 10:34

      Deputados da base reclamam que os deputados da oposição não estão registrando presença

      Segundo relatos da imprensa, deputados da oposição estão avaliando o quorum para avaliar se registram a presença ou não. 

    • 10:30

      Oposição pediu para adiar a discussão para esta tarde ou para quinta-feira

      O deputado Aliel Machado (Rede-PR) defende defende novas eleições e critica a câmara pela condução do processo contra Temer. 

    • 10:26

      Vai ter início a discussão da matéria. Segundo Rodrigo Maia, as inscrições foram encerradas.

      175 deputados marcaram a presença, mas segundo a imprensa muitos deputados no Plenário ainda não se registraram. 

    • 10:20

    • 10:16

      Deputados da oposição se manifestaram no início da sessão

    • 10:10

      Segundo advogado de Temer, a sociedade não foi consultada se deseja o afastamento de Temer

      "Não se pode esperar um ano e meio?", questionou o Antônio Mariz de Oliveira. Segundo ele, Temer tem uma "missão redentora" de conduzir o Brasil para fora da crise.

      Segundo ele, o dono da JBS, Joesley Batista foi santificado pela imprensa e pode ter feito uma "armação" contra o presidente, sem autorização judicial, "clandestina e subterrânea". 

    • 10:07

    • 10:02

      O advogado de Temer, Antônio Mariz de Oliveira, inicia a defesa do presidente

      O advogado de Michel Temer tem 25 minutos para apresentar a defesa.

    • 09:56

      Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) está apresentando o parecer em defesa do presidente Michel Temer

      O relator afirma que não há documentos, provas, testemunhas contra Temer na denúncia. Segundo ele, o "julgamento é de caráter político" e a gravação de Joesley Batista não possui valor legal. 

    • 09:52

      Jornalista do The Intercept Brasil, George Marques, chegou ao Congresso com uma mala de dinheiro

    • 09:45

      Protestos contra Michel Temer fecham rodovias em pelo menos 6 estados

      Segundo o Globo, há protestos para que a Câmara dos Deputados aceite a denúncia contra Michel Temer e protestos de caminhoneiros contra o aumento dos impostos sobre os combustíveis.

      Manifestações ocorrem em São Paulo, Pernambuco, Ceará, Mato Grosso, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

    • 09:42

      Veja como será o andamento do processo na Câmara

    • 09:38

      Michel Temer e os seus advogados já estão no Plenário.

    • 09:33

      76 deputados assinaram a lista de presença e começa a ordem do dia. Deputado Rodrigo Maia (DEM/RJ) preside a sessão.

      O início da sessão foi marcado pela manifestação dos deputados de oposição que gritavam "Fora Temer"! Alguns deputados da base aliada gritavam "Lula na cadeia".

      Inicialmente, estava prevista fala de 25 minutos de Temer ou seus advogados, logo após a apresentação do parecer do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG). Em seguida, os deputados inscritos poderão discutir o tema por até 5 minutos cada.

    Ao vivo
    Câmara vota denúncia contra Michel Temer (AO VIVO)
    +

    Mais:

    Michel Temer faz 'ofensiva de guerra' para evitar processo no STF
    Apoio do Congresso neutraliza reprovação popular de Temer
    Leitura do parecer do caso Temer é realizada no Plenário da Câmara (VÍDEO)
    Prova de amor: deputado federal tatua 'Temer' no ombro (FOTO)
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar