18:25 21 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente do Brasil, condenado a 9 anos e 6 meses de prisão (arquivo)

    Lula é condenado a 9 anos e 6 meses de cadeia

    © AFP 2017/ NELSON ALMEIDA
    Brasil
    URL curta
    21950475043

    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado a nove anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A sentença foi anunciada nesta quarta-feira, 12, pelo juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba.

    O ex-chefe de Estado foi acusado, no âmbito da operação Lava Jato, de receber propina da empreiteira OAS em troca de favorecimentos em contratos com a Petrobras. Segundo acusadores, entre as vantagens recebidas estaria a compra e reforma de um apartamento tríplex no Guarujá, em São Paulo, que Lula nega ser de sua propriedade. A condenação é em primeira instância e, por isso, cabe recurso. Lula poderá recorrer em liberdade, mas, se for condenado em 2ª instância, ficará inelegível.

    Nas redes sociais, políticos, artistas, ativistas e eleitores em geral se manifestaram sobre a decisão de Moro, com comentários contra e a favor do ex-presidente, o primeiro a ser condenado criminalmente no Brasil.

    O juiz, festejado e tratado como herói por muitos, foi acusado de parcialidade por outros.

    No entanto, Moro afirmou em sua sentença não ter qualquer tipo de satisfação pessoal com a condenação de Lula.

    "Por fim, registre-se que a presente condenação não traz a este julgador qualquer satisfação pessoal, pelo contrário. É de todo lamentável que um ex-Presidente da República seja condenado criminalmente, mas a causa disso são os crimes por ele praticados e a culpa não é da regular aplicação da lei. Prevalece, enfim, o ditado 'não importa o quão alto você esteja, a lei ainda está acima de você' (uma adaptação livre de 'be you never so high the law is above you')", escreveu o magistrado.

    Mais:

    Congresso do PT: 'Já provei minha inocência', diz Lula sobre a Lava Jato (FOTOS)
    'Lula é a única candidatura do PT à Presidência'
    Lula, FHC e Sarney articulam futuro do Brasil após Temer
    Tags:
    tríplex, lavagem de dinheiro, condenação, propina, corrupção, justiça, OAS, Petrobras, Sergio Moro, Sérgio Moro, Luiz Inácio Lula da Silva, Lula, Guarujá, Curitiba, São Paulo, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik