10:14 29 Março 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Michel Temer e o silêncio de Eduardo Cunha (69)
    951
    Nos siga no

    O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, defendeu neste sábado, no Supremo Tribunal Federal (STF), a continuidade da investigação contra o presidente Michel Temer.

    O pedido do procurador-geral da República foi enviado após o presidente ter entrado com recurso, pedindo a suspensão do processo para a realização de uma perícia no áudio da conversa gravada entre ele e Joesley Batista, informou Agência Brasil.

    Janot afirmou que o áudio não contém qualquer "mácula que comprometa a essência do diálogo". No entanto, Janot não se opõe à realização da perícia. 

    Na decisão em que autorizou a investigação contra Temer, Fachin não analisou a legalidade da gravação sob o ponto de vista de possíveis edições. O ministro entendeu que Joesley Batista poderia gravar sua conversa com terceiros.

    Tema:
    Michel Temer e o silêncio de Eduardo Cunha (69)

    Mais:

    Áudio de Temer foi editado e defesa do presidente reage: 'Gravíssimo'
    Jornal que revelou áudio pede a renúncia de Michel Temer
    Opinião: Rodrigo Maia poderá assumir a presidência, no caso do impeachment de Temer
    Advogado do interior de SP pede que STF arquive inquérito contra Temer
    Estrelas preveem 'Fora Temer' no Brasil
    Tags:
    Supremo Tribunal Federal (STF), Procuradoria Geral da República (PGR), Michel Temer, Rodrigo Janot, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar