03:16 06 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Peritos investigam local do acidente com carro alegórico

    MP-RJ quer intensificar fiscalização nos desfiles das escolas de samba do Rio

    Fernando Frazão/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    0 31
    Nos siga no

    A Polícia do Rio realizou nesta quarta-feira (1) de cinzas a reconstituição do acidente com carro alegórico da escola de samba Paraíso do Tuiuti. O veículo desgovernado na avenida atingiu as grades que separam a arquibancada da pista e feriu várias pessoas e profissionais da imprensa que estavam em frente ao setor 1.

    Durante a reconstituição, a polícia tentou fazer as mesmas manobras feitas pelo motorista do carro alegórico, Francisco de Assis Lopes.

    Segundo o delegado Wilson Lourenço, na hora do acidente, o motorista não tinha visão suficiente da pista. Na perícia realizada na segunda-feira (27), também foi constatado que havia uma roda solta no carro.

    "Nós vamos ouvir as pessoas envolvidas, a pessoa que projetou o carro, quem comandou os trabalhos aqui nos dias. Tem bastante coisa para ser feita. Não vamos nos precipitar." 

    O motorista Francisco de Assis Lopes, que também estava presente na reconstituição mais uma vez pediu desculpas às vítimas do acidente com o carro da Paraíso do Tuiuti.  "Desculpe os familiares, me perdoem. Eu não quer culpar ninguém, me perdoem, só isso só."

    O Diretor de Carnaval da Paraíso do Tuiuti, Leandro Azevedo afirmou que a escola está à disposição e também quer que o acidente seja esclarecido.

    "O que a escola quer é sempre a verdade, até porque nós estamos lidando com vidas aqui dentro e nós não queremos nunca que ocorra nenhum tipo de problema. É um Carnaval, é festa, não pode acontecer esse tipo de coisa."

    A Polícia também abriu investigações para descobrir as causas do acidente com o carro alegórico da escola Unidos da Tijuca, que desabou o terceiro andar em cima de integrantes da escola, na segunda-feira (27), durante o segundo dia de desfiles na Sapucaí das escolas do grupo especial.

    Bombeiros resgatam vítimas de carro alegórico da Unidos da Tijuca
    Fernando Frazão/Agência Brasil
    Bombeiros resgatam vítimas de carro alegórico da Unidos da Tijuca

    De acordo com a delegada Aparecida Mallet, após depoimento do operador técnico do carro alegórico e da perícia inicial no veículo foi constatado ter ocorrido uma falha em um dos pistões de sustentação da parte hidráulica do carro alegórico. 

    O Ministério Público do Rio convocou para esta quinta-feira (2) uma reunião com representantes da Liga das Escolas de Samba, Prefeitura, dos Bombeiros, do Inmetro e do Conselho de Engenharia para discutir novas regras de segurança para os carros alegóricos. A ideia do Ministério Público é aumentar a fiscalização nos carros alegóricos e que cada órgão tenha suas ações bem definidas para que os acidentes ocorridos este ano e que deixaram 32 pessoas feridas não se repitam no Carnaval de 2018. Dos feridos, cinco pessoas ainda seguem internadas, duas em estado grave.

    Tags:
    carnaval, acidente, carros alegóricos, fiscalização, Polícia Civil, Paraíso do Tuiuti, Leandro Azevedo, Wilson Lourenço, Francisco de Assis Lopes, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar