08:34 23 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Carnaval de Salvador 2017

    Folia e política: Banda agita multidão com 'Fora Temer' e pode ser expulsa do Carnaval

    Fotos Públicas / Valter Pontes
    Brasil
    URL curta
    Folia de 2017 (24)
    2947

    A banda "BaianaSystem" agitou uma multidão entoando o grito 'Fora Temer' na última sexta-feira (24) durante a festa de carnaval de Salvador e pode pagar caro pelo protesto.

    Durante uma das músicas da apresentação, o vocalista da banda "BaianaSystem", Russo Passapusso, iniciou uma fala de teor político dizendo "fascistas, golpistas, não passarão!", em referência ao atual governo brasileiro. Em seguida, o cantor puxou a já tradicional palavra de ordem "Fora Temer" em protesto contra o presidente de República, sendo acompanhado pela multidão. 

    O registro do momento foi amplamente disseminado nas redes sociais durante o fim de semana e envolveu o grupo musical em polêmica sobre os limites da liberdade de expressão durante a festa de carnaval em Salvador. 

    O Conselho Municipal do Carnaval de Salvador (Comcar), que tem a função de fiscalizar a festa na capital baiana, se manifestou ameaçando a banda de ficar fora do carnaval de Salvador de 2018. 

    "Já recebi notificações por causa das manifestações da banda e vamos aplicar o Código de Ética. Não é permitida manifestação política. Foi contra, mas poderia ser a favor. Quer fazer manifestação? Saia na Mudança do Garcia", disse o presidente do Comcar, Pedro Costa, citado pelo Tribuna da Bahia, se referindo ao bloco que é voltado para protestos na capital baiana.

    "Foi um ato de politicagem e eles não foram pagos para isso. Embora tenhamos muito orgulho de tê-los conosco nesta realização, é inaceitável e vai haver punição, sim. São 700 atrações envolvidas, se todos resolverem fazer isso, vira um palanque político", acrescentou o presidente do Comcar. 

    O prefeito de Salvador, ACM Neto, entretanto, afirmou que a banda "BaianaSystem" não deve ser expulsa do carnaval, dizendo que seria "uma bobagem" a tentativa de censurar a banda.  

    Vale lembrar que o prefeito ACM Neto (DEM) é aliado do presidente Michel Temer (PMDB) e o Conselho Municipal do Carnaval de Salvador é composto por uma parceria entre empresários, governo e prefeitura. 

    A possibilidade de sanção à banda por conta do protesto gerou revolta e um amplo apoio ao grupo nas redes sociais e por parte da classe artística, levantando o debate sobre o limite da liberdade de expressão em eventos financiados pela prefeitura. 

    A BaianaSystem ainda não se pronunciou sobre o caso e voltou a se apresentar neste domingo (26) em Salvador, gritando, novamente, o grito que caiu na boca dos foliões neste carnaval: "Fora, Temer!". 

    Tema:
    Folia de 2017 (24)
    Tags:
    Fora Temer, punição, censura, protesto, carnaval, Michel Temer, Bahia, Salvador, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar