10:57 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Ministro das Cidades, Gilber Kassab (PSD)

    Presidente da Anatel nega limitação de internet banda larga

    Marcelo Camargo/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    141

    Mesmo assim, os hackers do grupo Anonymous cumpriram a ameaça publicada mais cedo e vazaram várias informações do ministro Gilberto Kassab.

    Em entrevista ao G1, o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) afirmou que não existem planos de mudar a forma como a internet banda larga é fornecida e tarifada no Brasil.

    “Não há por parte do Ministério e também da Anatel nenhuma intenção de reabrir a questão”, disse Juarez Quadros, que preside a agência reguladora.

    A afirmação parece destoada da fala do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Gilberto Kassab. Em entrevista ao Poder360, Kassab afirmou que a Anatel e o governo deveriam tomar uma decisão sobre a franquia nos planos de internet até o segundo semestre de 2017 e que os pacotes de acesso limitado voltariam a ser liberados.

    O Ministério, por hora, não confirma nem nega a informação. Em uma nota cheia de dedos e com palavras cuidadosamente escolhidas, a pasta disse que vai atuar "para que o direito do consumidor seja respeitado", mas não deixa claro como vai cuidar da questão. Termos como "em observância ao Código" e "podem indicar" despertaram desconfiança de internautas.

    “O governo federal vai atuar para que o direito do consumidor seja respeitado e para que não haja essa alteração em observância do Código de Defesa do Consumidor. O MCTIC aproveita para esclarecer também que os estudos, quando finalizados, podem indicar que o melhor modelo é o ilimitado, com isso governo federal deverá mantê-lo".

    Ameaça

    Mais cedo, o grupo hacker Anonymous divulgou nota em que ameaçava o ministro. Pouco depois da publicação da matéria no G1, os hackers voltaram ao Facebook vazando dados de Kassab. Informações como endereço completo, contas de poupança, participação acionária em empresas, entre outros. 

    "Esse vazamento é uma pequena demonstração do que somos capazes de fazer contra um governo que parece ter perdido o medo do povo. Não tem problema, nós estamos aqui para lembrá-los. A base de dados da Anatel é nossa, e os dados do Ministro fanfarrão é de todos", afirmaram ps ativistas pela rede social.

    Mais:

    Anatel proíbe, por tempo indeterminado, reduções na velocidade de internet fixa
    Anatel promete ouvir governo e sociedade sobre franquia para internet fixa
    Tags:
    Código de Defesa do Consumidor, Anonymous, MCTIC, Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Poder360, Anatel, Agência Nacional de Telecomunicações, Juarez Quadros, Gilberto Kassab, Brasília
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik