04:32 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Floresta Amazônica.

    Amazônia sofre maior desmatamento desde 2008

    © AFP 2017/ Raphael Alves
    Brasil
    URL curta
    941906

    Entre agosto de 2015 e julho de 2016, a Amazônia perdeu 7.989 quilômetros quadrados de floresta, a maior taxa desde 2008, segundo levantamento do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam), com base em dados do governo federal.

    O desmatamento no período equivale à derrubada de 128 campos de futebol por hora de floresta, segundo a entidade. 

    De acordo com o Panorama do desmatamento da Amazônia 2016, os estados que registraram maior aumento da taxa de desmatamento foram Amazonas, Acre e Pará, com incremento de 54%, 47% e 41%, respectivamente. Em números absolutos, o estado que mais desmatou foi o Pará, 3.025 km² de floresta; seguido de Mato Grosso, que perdeu de 1.508 km² de vegetação nativa; e Rondônia, com 1.394 km². Os três estados respondem por 75% do total desmatado em 2016.

    Desde 2004, o desmatamento na Amazônia foi reduzido em mais de 70%, após o segundo pico mais alto da história do monitoramento do bioma, com 27.772 quilómetros quadrados. De 2009 a 2015, o ritmo da derrubada manteve-se estagnado em um patamar médio de 6.080 quilómetros quadrados por ano. Em 2012, foi registrada a taxa de desmatamento mais baixa dos últimos 20 anos na Amazônia, com 4.571 quilómetros quadrados, informou Agência Brasil.

    Mais:

    Brasil lança novas ações de fiscalização para monitorar o desmatamento
    Projeto Rural Sustentável vai reduzir desmatamento e emissão de gases de efeito estufa
    Greenpeace apresenta no Congresso Nacional projeto de lei para Desmatamento Zero no Brasil
    Noruega paga US$1 bilhão ao Brasil para desacelerar desmatamento da Amazônia
    Tags:
    desmatamento, Floresta Amazônica, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik