03:45 21 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    O prefeito eleito Francisco Raimundo de Moura, o Chico Borges morreu horas antes de tomar posse em acidente trágico em Santana do Piauí (PI)

    Novos prefeitos tomam posse no Brasil em cerimônias marcadas por brigas, prisões e morte

    Reprodução
    Brasil
    URL curta
    103

    As cerimônias de posses de alguns prefeitos e vereadores brasileiros que venceram as eleições municipais de 2016 foram marcadas no primeiro dia de 2017 por fatos inusitados que vão de brigas, prisões, morte e até pedido de casamento.

    Depois de ter sido preso acusado por contratar funcionários fantasmas como vereador, o Prefeito eleito de Osasco, Rogério Lins (PTN) só foi diplomado em uma cerimônia na Câmara Municipal da  cidade, 48 horas após sair da Penitenciária de Tremembé. O novo Prefeito de Osasco disse desconhecer os motivos da sua prisão preventiva. "Minha equipe foi considerada fantasma, uma equipe que trabalha 10, 12, 15 horas por dia", alegou Rogério Lins.

    Rogério Lins já em seu gabinete na prefeitura de Osasco após posse
    Divulgação/Prefeitura de Osasco
    Rogério Lins já em seu gabinete na prefeitura de Osasco após posse

    Outro caso de prisão envolvendo um Prefeito eleito, foi na cidade de Embu das Artes, em São Paulo. Ney Santos venceu as eleições, mas teve a prisão decretada e está foragido desde então. Ney é acusado de lavagem de dinheiro e associação ao crime organizado. No lugar dele, o vereador Hugo Prado (PSB) foi eleito neste domingo (1º) como o presidente da Câmara Municipal da cidade. Na hora da cerimônia de posse de Hugo Prado, vereadores leram uma carta escrita pelo prefeito eleito, Ney Santos onde se diz inocente e que vai se apresentar nos próximos dias.

    Prefeito eleito e foragido de Embu das Artes (SP), Ney Santos
    Divulgação /PRB Nacional
    Prefeito eleito e foragido de Embu das Artes (SP), Ney Santos

    Já muita confusão e briga marcou a posse dos vereadores da cidade de Ipojuca, na Região Metropolitana do Recife. A confusão aconteceu após o candidato a Prefeito, que foi mais votado na cidade, Romero Sales (PTB) ter o registro de candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral por já ter uma condenação por improbidade administrativa. Desta forma, o presidente da Câmara dos Vereadores assume o cargo até que uma nova eleição seja realizada.

    Porém, durante a posse dos novos vereadores, várias pessoas gritando palavras de ordem realizaram um protesto em frente ao prédio da Câmara. Assim que a vitória de Ricardo José de Souza (PTC) foi anunciada para a presidência da Casa e que também será o Prefeito interino, os manifestantes partiram para a violência arremessando cadeiras de plástico em direção aos vereadores. A confusão só foi controlada com a chegada de agentes de segurança que usaram spray de pimenta para acalmar os ânimos.

    Vai não vai também em Marabá, no sudeste do Pará. O prefeito eleito da cidade, Tião Miranda (PTB), que tinha decidido renunciar ao cargo devido a problemas de saúde, voltou atrás e tomou posse neste domingo (1º) na Câmara dos vereadores de Marabá. Durante o discurso de posse, Miranda disse que sofre de depressão e que tinha renunciado devido a doença, mas por conta do clamor da população ele decidiu rever sua posição e vai encarar o desafio. Com a mudança de planos, Toni Cunha que assumiria no lugar de Tião Miranda, foi empossado mesmo como vice-prefeito.

    No município de Torixoréu, no Mato Grosso, quatro vereadores acabaram detidos neste domingo (1º) por se recursarem a cumprir a decisão judicial de empossar a prefeita eleita, Inês Coelho (PP). A prefeita teve a candidatura impugnada, porém recorreu da decisão. Inês Coelho já tinha sido diplomada e conseguiu a liminar para tomar posse.

    O vereador Valdemar de Oliveira alega que a prefeita Inês Coelho (PP) responde a processo na Justiça Eleitoral, mas acabou detido.
    Reprodução/Web
    O vereador Valdemar de Oliveira alega que a prefeita Inês Coelho (PP) responde a processo na Justiça Eleitoral, mas acabou detido.
     

    Em São José do Rio Preto,  interior do estado de São Paulo, quatro municípios: Sebastianópolis do Sul, Penápolis, Ilha Solteira e Neves Paulista começam 2017 com prefeitos assumindo interinamente. A Justiça Eleitoral ainda define se os candidatos mais votados vão ou não ocupar o cargo, ou se serão necessárias novas eleições. Em Pontalinda, o candidato mais votado, Elvis Carlos de Souza, conseguiu tomar posse após liminar. Elvis e a esposa, Suzeti Maria São Felice de Sousa foram condenados por nepotismo, pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, após o prefeito empossado nomear a primeira-dama para o cargo de secretária de Assistência Social da cidade, logo após assumir o comando do Executivo.

    Para não quebrar o hábito de 12 anos, o prefeito eleito de Colatina, Sérgio Meneguelli chegou para tomar posse na Câmara da cidade de bicicleta. Após ficar como vereador por 18 anos na cidade, Meneguelli disse que andar de bicicleta contribuiu para o aproximar das pessoas, e que a a bicicleta é como se fosse seu escritório ambulante. Como prefeito, Sérgio Meneguelli disse que vai continuar com o hábito também no Executivo. "O grande barato da vida é conviver. E a bicicleta funciona como um escritório ambulante. Pela manhã quando vou para o trabalho as pessoas conseguem falar comigo, têm acesso maior ao representante. Amanhã mesmo vou chegar à prefeitura de bicicleta. É mais distante do que a Câmara, mas mesmo assim vou continuar a fazer isso", declarou o prefeito eleito.

    Sérgio Meneguelli chegou para a posse de bicicleta
    Divulgação
    Sérgio Meneguelli chegou para a posse de bicicleta
     

    Tragédia também marcou as cerimônias de posses de prefeitos pelo país, com a morte do prefeito eleito de Santana do Piauí (PI), Francisco Raimundo de Moura, o Chico Borges (PTB), de 42 anos. O prefeito eleito morreu no início da manhã deste domingo (1º) após sofrer um acidente de carro, horas antes de tomar posse. O carro do político se chocou de frente com um ônibus. O prefeito tinha acabado de participar da festa de Réveillon em Santana do Piauí e seguia em direção a Picos, a 18 km de distância de onde morava.

    Carro do prefeito eleito de Santana, Chico Borges bateu de frente com um ônibus
    Divulgação/Polícia Militar
    Carro do prefeito eleito de Santana, Chico Borges bateu de frente com um ônibus

    O presidente Nacional do PTB, Roberto Jefferson lamentou a morte de Chico Borges nas redes sociais.

    Em São Carlos, no interior de São Paulo, a posse de vereadores teve um final feliz. Eleito para seu primeiro mandato, o vereador Moisés Lazarine (DEM), aproveitou a cerimônia de posse para pedir a namorada em casamento. Veja o vídeo abaixo, a partir de 2:12.

    Tags:
    pedido de casamento, inusitados, fatos, vereadores, prisões, prefeitos, morte, posse, Moisés Lazarine, Chico Borges, Sérgio Meneguelli, Elvis Carlos de Souza, Inês Coelho, Tião Miranda, Ricardo José de Souza, Romero Sales, Ney Santos, Rogério Lins, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik