04:44 24 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Traficante Fat Family ao ser preso em Junho no Rio

    Após fuga cinematográfica de hospital, acaba caçada ao traficante Fat Family

    Divulgação Polícia Civil
    Brasil
    URL curta
    0 23

    Um dos traficantes mais procurados do Rio, Nicolas Labre Pereira de Jesus, conhecido como Fat Family, foi morto nesta segunda-feira (26) durante uma operação da Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil (CORE), em São Gonçalo, na região metropolitana.

    Fat Family, de 28 anos, estava foragido desde junho, quando comparsas do traficante, resgataram o criminoso  em uma ação cinematográfica de dentro de um hospital, onde estava sob custódia após ser ferido em uma operação no Morro Santo Amaro, no Catete, na Zona Sul do Rio, o qual é acusado de ser um dos chefes do tráfico de drogas na comunidade.

    Na ocasião, mais de 20 homens, fortemente armados invadiram o hospital. Houve troca de tiros e uma pessoa que estava na unidade de saúde morreu e outras duas ficaram feridas. 

    Segundo a Polícia Civil, em uma ação conjunta por terra e pelo ar, através do uso de um helicóptero com infravermelho dando apoio à operação, os agentes da CORE fizeram um cerco ao traficante que estava em uma casa, na localidade chamada de Itaóca, no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo. 

    Fat Family e seus comparsas anda tentaram fugir através de uma mata no local, mas a região também estava cercada pela Polícia. Houve troca de tiros, dois criminoso conseguiram fugir, mas Fat Family e outros dois traficantes foram mortos no confronto. Na ação, a Polícia ainda apreendeu três fuzis, drogas e material para embalar entorpecentes. 

    Depois da confirmação da morte de Fat Family, o comércio foi fechado nos bairros do Catete e na Glória. Segundo comerciantes da região, dois homens em uma moto passaram por alguns estabelecimentos e informaram que as lojas deveriam ser fechadas.

    A Polícia reforçou o patrulhamento na região.


    Tags:
    morto, traficante, Core, Fat Family, Catete, Glória, Brasil, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik