19:10 15 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Dilma Rousseff, ex-presidenta do Brasil

    Dilma Rousseff fala direto do Palácio da Alvorada

    Antonio Cruz/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    17212

    Dilma Rousseff, destituída do cargo de presidenta da República do Brasil nesta semana, concedeu uma entrevista coletiva direto do Palácio da Alvorada na tarde desta sexta-feira.

    Acompanhada do seu advogado, José Eduardo Cardozo, que explicou uma série de aspectos jurídicos relacionados ao impeachment e ao pedido de anulação do mesmo, a ex-chefe de Estado brasileira falou sobre o período em que esteve no poder e sobre a sua perspectiva para o Brasil pós-Dilma, afirmando que fará oposição ao governo Temer e contribuirá para que o Brasil seja mais desenvolvido, justo e democrático.

    Criticando fortemente tanto as manobras que levaram ao seu impeachment quanto o programa de governo adotado pelo seu ex-vice, Dilma destacou algumas realizações do seu mandato e também do mandato do ex-presidente Lula, dizendo que o que o PT fez em 13 anos poucos governos fizeram na história. E, segundo ela, o Brasil não deixou de enfrentar a crise.

    "O projeto que estão tentando aplicar no Brasil não teve os votos necessários para que ele fosse executado. Então, que processo é esse, que, ao mesmo tempo que tira a presidenta da República (ou mesmo antes de ela sair), começam a executar um programa de governo que não tem o menor respaldo das urnas?", questionou.

    Dilma disse que no momento não tem nenhum projeto em mente sobre o que fazer profissionalmente, mas garantiu que não abandonará a política só porque não está exercendo nenhum cargo. 

    "Eu sempre fiz política na minha vida", disse. 

    Mais:

    Renan Calheiros nega manobra para manter direitos políticos de Dilma
    Na China, Temer diz que não há crise na base aliada e que caso de Dilma agora é na Justiça
    Impeachment de Dilma Rousseff faz prefeitos se sentirem ameaçados
    Advogado de Dilma quer novo julgamento do impeachment
    Tags:
    José Eduardo Cardozo, Dilma Rousseff, Brasília, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik