08:15 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Senado Camila Lanes

    União de Estudantes acusa mídia de ter preparado clima para impeachment

    Marcelo Camargo/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    1893

    A troca de acusações e ofensas pessoais entre os senadores Lindbergh Farias (PT-RJ) e Gleisi Hoffman (PT-PR) com o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) marcou o primeiro dia de trabalho das discussões sobre o impeachment da presidente Dilma Rousseff no Senado.

    Para a presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), Camila Lanes, o clima no primeiro dia de discussões revelou “o baixo nível dos parlamentares do Senado, que apoiaram o golpe com o afastamento da presidente, enquanto falavam da preservação da democracia”.

    “Boa parte desse clima foi construída com a participação da mídia tradicional brasileira, que montou um noticiário massacrante sobre o governo e a figura da presidente, principalmente no noticiário da TV, que vem perdendo um número expressivo de telespectadores a cada dia. Essa manobra vai passar para a história. O golpe foi dado não apenas no PT e em Dilma, mas em toda a população. Foi um noticiário tendencioso, enquanto ficavam fabricando ‘castelinhos’ com a Olimpíada.”

     

    Mais:

    Roberto Requião é contra impeachment, pois causará danos econômicos para os brasileiros
    Aliado de Dilma, senador Lindbergh promete guerra se votação do impeachment for antecipada
    Tags:
    TV, estudantes, mídia golpista, senadores, impeachment, DEM, PT, UBES, Senado, Ronaldo Caiado, Gleisi Hoffman, Brasília, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik