17:49 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Retirada do Corpo de Fuzileiros Navais do Complexo de Favelas da Maré, na zona norte do Rio, em 30 de junho de 2015

    Polícia investiga tiroteio que assustou equipe de basquete da China no Rio

    © AFP 2018 / CHRISTOPHE SIMON
    Brasil
    URL curta
    Ameaças terroristas na Rio 2016 (22)
    822

    A Polícia Militar e a Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos estão investigando o tiroteio ocorrido na noite de quarta-feira (3) nas proximidades do Conjunto da Maré, que assustou o time de basquete masculino da China, logo depois de desembarcar no Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro.

    Pouco depois de deixar o aeroporto, o veículo que transportava atletas, a comissão técnica da seleção e jornalistas chineses ficou encurralado entre as Linhas Vermelhas e Amarela, em meio à troca de tiros.

    Os atletas postaram em redes sociais fotos de ambulantes que estavam no local e se jogaram no chão tentando se proteger dos tiros.

    Na última semana, o governo chinês chegou a orientar os atletas que vinham participar dos Jogos no Rio para ter cuidado, por conta de relatos de integrantes da delegação do país que já tinham sido vítimas de roubos na cidade. As autoridades chinesas ainda pediram aos turistas que vierem ao Brasil para não visitarem favelas ou locais isolados e que não usem joias e celulares nas ruas.

    Tema:
    Ameaças terroristas na Rio 2016 (22)

    Mais:

    Consulado russo nega envolvimento de diplomata em morte de assaltante no Rio de Janeiro
    Protestos são marcados no Rio no dia da abertura da Olimpíada
    Turistas suecos saem ilesos de sequestro-relâmpago em favela do Rio
    Rio aposta nos Jogos para fechar negócios internacionais
    China envia policiais ao Rio para garantir segurança de seus cidadãos
    Tags:
    tiroteio, basquete, Rio 2016, Jogos Olímpicos, Complexo da Maré, Rio, Brasil, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik