03:20 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Operação policial realiza transferência de presos para penitenciárias Federais

    Às vésperas dos Jogos, presos perigosos são transferidos do Rio para cadeias federais

    Jaqueline Noceti/Secom
    Brasil
    URL curta
    Ameaças terroristas na Rio 2016 (22)
    0 12
    Nos siga no

    A Justiça do Rio autorizou a transferência de dezessete chefes do tráfico de drogas que estavam presos no Complexo Penitenciário de Bangu, na Zona Oeste do Rio, para presídios federais de segurança máxima em outros estados do país, faltando duas semanas para o início dos Jogos Olímpicos na cidade.

    O juiz Eduardo Oberg, titular da Vara de Execuções Penais (VEP) tomou a decisão após pedido feito pelo Secretário Estadual de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, e pelo Ministério Público Estadual. A transferência faz parte do plano de segurança do Estado para as Olimpíadas. Há cerca de um mês, 15 outros criminosos que estavam presos em Bangu, já tinham sido transferidos para fora do Estado.

    De acordo com investigações, mesmo de dentro da prisão, os detentos, que são pessoas ligadas ao tráfico de drogas e a grupos paramilitares estariam planejando e davam ordens para que suas quadrilhas do lado de fora, realizassem durante os Jogos uma série de ataques ao Rio. 

    Toda a operação foi feita em sigilo até o início da manhã desta sexta-feira (22), quando os detentos deixaram o Complexo Penitenciário com destino ao Aeroporto Internacional Tom Jobim. De lá foram encaminhados para os presídios de Catanduvas, no Paraná, Mossoró, no Rio Grande do Norte e de Porto Velho, em Rondônia.

    Ao longo do caminho, vários acessos foram bloqueados de Bangu até a Ilha do Governador, como a Avenida Brasil, para a passagem do comboio com 18 veículos. Durante o trajeto, 70 homens do Batalhão de Choque, participação da ação, incluindo 10 batedores. 

    Tema:
    Ameaças terroristas na Rio 2016 (22)
    Tags:
    presídios de segurança máxima, transferência, presos, paramilitares, traficantes, Vara de Execuções Penais (VEP-MJ/RJ), Secretaria de Segurança do Estado do Rio de Janeiro, Brasil, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar