08:23 17 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Economia brasileira foi prejudicada por manipulação das taxas de câmbio

    FGV: PIB do Brasil deve retrair 3,5% 2016

    Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas
    Brasil
    URL curta
    0 02

    O Produto Interno Bruto (PIB) deve fechar 2016 com queda de 3,5% e não 4% como previsto anteriormente. A perspectiva foi apresentada nesta segunda-feira (13) na Fundação Getúlio Vargas (FGV), informou Agência Brasil.

    A coordenadora técnica do Boletim Macro do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV/Ibre), Silvia Matos, apresentou os dados no Seminário de Análise Conjuntural de 2016, organizado pela entidade.

    A projeção coincide com a expectativa divulgada mais cedo pelo Banco Central com base em pesquisa com instituições financeiras, que preveem retração de 3,6% do PIB este ano. Antes, a projeção do mercado era de queda de 3,71%.

    Além da retração do PIB, a inflação continua sendo um problema, porque tem se mostrado resistente, segundo a coordenadora. A inflação alta impede a redução da taxa de juros e, em consequência, a retomada da economia. Para a analista, só será possível alcançar o centro da meta de inflação (4,5%) em 2018. 

    Para a coordenadora do Ibre, a incerteza causada pelo cenário político dificulta a retomada do crescimento, porque os empresários aguardam uma definição do quadro atual para tomar decisões de investimentos.

    Mais:

    Brasil: economia acumula maior queda desde 1996
    Temer e Meirelles encontram líderes empresariais e afirmam que Brasil vai voltar a crescer
    Agência volta a piorar avaliação econômica do Brasil
    Fitch rebaixa a nota de crédito do Brasil mais uma vez
    Tags:
    economia, PIB, FGV, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar