02:30 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    José Serra, novo chanceler brasileiro

    Serra elogia apoio dos EUA ao impeachment

    © AP Photo/ Eraldo Peres
    Brasil
    URL curta
    Brasil entre Temer e Dilma (110)
    624131043

    O ministro das Relações Exteriores, José Serra, reiterou ontem (19) as suas críticas à postura dos governos anteriores de seus rivais nas eleições de 2006 e 2010, acusando-os de “partidarizarem” a política externa do país e repudiou as acusações que estaria fazendo o mesmo “até porque <...> há uma semana, não há indício”.

    O chanceler “apartidário”, que ingressou na carreira diplomática na sexta-feira, 13, dando início desde o primeiro dia do seu mandato a uma crise diplomática nas relações com os vizinhos, disse que não é estilo dele e “nem do governo” provisório Temer “contaminar as relações exteriores” por interesses ideológicos de um partido. Entretanto, o fato de o Itamaraty, que se estranhou pela suspensão dos contatos oficiais por parte de El Salvador, não comentar a retirada de Brasília dos embaixadores venezuelano e equatoriano, evidencia o cisma ideológico entre as novas autoridades brasileiras, de um lado, e Quito e Caracas do outro.

    Chamou ainda de “localizadas e passageiras” as contestações de que a imagem do Brasil foi desgastada com o afastamento da Dilma.

    “Está tão óbvio que o que espalharam lá fora não tem pé nem cabeça que pouco a pouco isso vai passar. É uma contestação aparelhada”, disse o ministro.

    Ao mesmo tempo, o tucano apartidário elogiou a manifestação dos EUA na Organização dos Estados Americanos, que ao lado da Argentina e do Paraguai, defenderam a normalidade do impeachment.

    Tema:
    Brasil entre Temer e Dilma (110)

    Mais:

    Parlamentares latino-americanos criticam ausência de mulheres no governo Temer
    Conheça os detalhes da primeira crise diplomática provocada pelo governo Temer
    Itamaraty criticou declarações de 5 países sobre a crise no Brasil
    Governo interino de Temer avalia possível convocação de embaixador venezuelano
    Venezuela nega retaliação ao afastamento de Dilma
    Tags:
    chanceler, crise, diplomacia, golpe de Estado, relações exteriores, Palácio do Itamaraty, Unasul, Alba, Twitter, Rafael Correa, Nicolás Maduro, Michel Temer, Dilma Rousseff, José Serra, Salvador Sanchez Ceren, Brasil, Equador, Venezuela, Quito, Caracas, Brasília, Washington, EUA, América Latina, América Central, El Salvador, San Salvador
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik