10:27 15 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Estudantes resistem à invasão da Tropa de Choque da PM de São Paulo na escola ocupada Centro Paula Souza (foto de 2 de maio de 2016)

    Tropa de Choque arrasta estudantes à força de dentro de escola ocupada em São Paulo

    Rovena Rosa/Agência Brasil/FotosPúblicas
    Brasil
    URL curta
    845
    Nos siga no

    A Tropa de Choque da Polícia Militar de São Paulo retirou à força, na manhã desta sexta-feira (6), os estudantes secundaristas que ocupavam há uma semana o Centro Paula Souza, na área central da capital paulista, em protesto contra o escândalo das merendas no estado.

    A PM, armada com metralhadoras e sprays de pimenta, proibiu jornalistas e fotógrafos de se aproximarem da escola, segundo relata o coletivo Jornalistas Livres. Advogados foram impedidos de acompanhar a ação dentro da escola

    ​Após serem arrastados violentamente, entoando slogans como “não tem arrego!” e “sem violência!”, os estudantes interditaram a pista local da avenida Tiradentes.

    ​Os secundaristas ocuparam o Centro Paula Souza, responsável pela administração das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs), na quinta-feira (28) da semana passada. Eles reivindicam melhorias na merenda escolar e a investigação da máfia que desvia recursos do lanche no estado de São Paulo. 

    Após a invasão da PM sem mandato judicial na última segunda-feira (2), com a presença do secretário de Segurança Pública, Alexandre de Moraes, e depois de uma série de liminares aprovando e anulando a reintegração de posse do Centro Paula Souza ao longo da semana, a ação de hoje foi recebida com espírito de resistência por parte dos estudantes, que decidiram doar cobertores e alimentos recebidos na escola ocupada para moradores de rua, e prometeram seguir com as ocupações. 

    Mais:

    PM invade centro ocupado por estudantes em São Paulo
    Estudantes ocupam mais escolas do Rio por melhorias na educação
    Polícia reprime estudantes com bombas de gás no centro de São Paulo
    Estudantes ocupam 8 escolas no RJ por melhorias na educação
    Tags:
    reintegração de posse, CPI da Merenda, Máfia da Merenda, escolas ocupadas, repressão, ocupação, estudantes, protestos, resistência, Tropa de Choque, Centro Paula Souza, Polícia Militar, São Paulo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar