18:22 23 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Rio 2016 (253)
    512
    Nos siga no

    Nesta sexta-feira, 5, se registra o marco de seis meses para a abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Mas a cerimônia marcada para o dia 5 de agosto, no Maracanã, está ameaçada? O Ministério do Esporte responde: o zika vírus não vai cancelar o evento.

    Para celebrar a data de hoje, o portal Brasil 2016, do Governo Federal, divulgou um vídeo e fotos com o andamento das obras olímpicas que estão sendo realizadas em quatro regiões da cidade – Barra, Deodoro, Maracanã e Copacabana – onde estarão instalados 33 locais de competições. De acordo com o Governo, no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, 97% das obras estão concluídas. O local é considerado o Coração do Jogos, e vai sediar  16 modalidades olímpicas e 9 paralímpicas. 

    A última atualização das obras divulgadas pela Prefeitura do Rio revela que estão prontas sete instalações olímpicas: Arena Carioca 1, Arena do Futuro, Pista de Mountain Bike, Pista de BMX, Circuito de Canoagem Slalom, Campo de Golfe e o Centro de Transmissão Internacional (IBC).

    A Prefeitura também informa que o Velódromo atingiu 80% de construção da arena. Ainda faltam ser concluídos o Centro de Tênis e de Hipismo e o Estádio de Remo da Lagoa.

    Os investimentos são da ordem de R$ 4 bilhões.

    De acordo com o Comitê Organizador Rio 2016, de fevereiro a maio ainda serão realizados no Rio 22 eventos-teste. Duas competições vão ser abertas ao público, com venda de ingressos a R$ 30 reais e direito a meia entrada. São elas a Copa do Mundo de Saltos Ornamentais, que vai reunir a elite do esporte de 19 a 24 de fevereiro no Centro Aquático Maria Lenk, com 272 atletas de 49 países, brigando por 92 vagas Olímpicas; e, de 16 a 22 abril, a ginástica artística, rítmica e trampolim, com 284 atletas, na Arena Olímpica do Rio.

    Sobre a situação dos casos de zika vírus como forma de atrapalhar a realização dos Jogos Olímpicos no Brasil, após a publicação de matérias e opiniões na imprensa internacional cogitando a possibilidade de o evento esportivo não ser mais realizado, o ministro do Esporte, George Hilton, emitiu nota oficial descartando qualquer possibilidade de cancelamento dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos por causa da epidemia de zika vírus que atinge o Brasil. O ministro diz que “essa possiblidade não está em discussão” e que “o Governo brasileiro está integralmente empenhado em garantir que os Jogos Rio 2016 transcorram com segurança e tranquilidade”.

    O ministro do Esporte observou ainda na nota que “o período de realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, durante o inverno brasileiro, é historicamente de baixa incidência de chuvas e de mosquitos”.

    George Hilton fechou o comunicado informando que a OMS não fez nenhuma recomendação para que se evitem viagens por causa do zika, bem como a Organização Mundial de Turismo também não emitiu nenhuma restrição de viagens para as áreas afetadas pelo vírus. “Os Jogos Rio 2016 se realizarão com total atenção à saúde de todos os participantes da maior festa do esporte mundial”, finaliza a nota.

    Tema:
    Rio 2016 (253)
    Tags:
    vírus, zika, Jogos Olímpicos, OMS, George Hilton, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar