13:12 22 Abril 2019
Ouvir Rádio
    Senador Edison Lobão.

    Polícia Federal também está na casa de Edison Lobão e no gabinete de Aníbal Gomes

    Agência Brasil / Marcelo Camargo
    Brasil
    URL curta
    751

    O senador Edison Lobão (PMDB-PI) é um dos alvos da Operação Catilinária, deflagrada na manhã desta terça-feira (15), pela Polícia Federal, no Distrito Federal e em sete estados. Desde às 6h da manhã, a PF cumpre mandados de busca e apreensão nas residências dos investigados, como o presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

    O advogado de Lobão, Antônio Carlos de Almeida Castro, disse à Agência Brasil que as buscas ocorrem na antiga residência do senador, da qual ele está se mudando, mas onde ainda se encontram a maioria de seus pertences. "Achamos a medida desnecessária, dado o constrangimento, mas é um direito do Ministério Público, que foi autorizado pelo Supremo (Tribunal Federal)".

    De acordo com Almeida Castro, o senador Lobão está tranquilo. "O senador acompanha a medida sem nenhuma preocupação com o que vai ser apreendido." 

    Agentes da Polícia Federal também estão fazendo, neste momento, uma operação de busca e apreensão de documentos na Diretoria-Geral da Câmara dos Deputados. Outros policiais procuram provas no gabinete do deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE), que também é alvo da Operação Catilinárias, segundo informou a Agência Brasil.

    Tags:
    constrangimento, busca e apreensão, mandados, operação, Operação Catilinárias, Supremo Tribunal Federal, Câmara dos Deputados, Aníbal Gomes, Edison Lobão, Brasília, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar