08:52 21 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Estudantes são reprimidos pela PM em protesto contra a reorganização do ensino paulista, na quinta-feira (03/12)

    Polícia Militar usa bombas de efeito moral contra estudantes em São Paulo

    Rovena Rosa/ Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    704
    Nos siga no

    A Polícia Militar (PM) fez uso de bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo numa das manifestações de alunos contra a reorganização escolar em São Paulo, determinada pelo governo estadual.

    Segundo informou a Agência Brasil, nesta quinta-feira (3), a Tropa de Choque da PM usou força para desobstruir a Avenida Brigadeiro Faria Lima, no cruzamento com a Avenida Rebouças, em Pinheiros, zona oeste da capital paulista.

    A via havia sido ocupada por um grupo de estudantes que protestavam contra o projeto da Secretaria de Educação que prevê o fechamento de 93 escolas no estado e a transferência de 311 mil estudantes.

    Mais cedo, o mesmo grupo de alunos da Escola Fernão Dias, em Pinheiros, havia bloqueado a Marginal Pinheiros e ruas da região do Butantã. Quando retornavam para a escola, por volta das 10h, ocorreu o primeiro confronto com os policiais.

    O grupo se dispersou e voltou a se reunir nas proximidades da Avenida Brigadeiro Faria Lima. Às 10h30, houve novo confronto e os estudantes correram até as proximidades do Esporte Clube Pinheiros.

    A PM vem recebendo fortes críticas e acusações de abuso de autoridade pelo uso excessivo de força contra os estudantes, que além de serem menores de idade levantam a bandeira da educação em sua luta. Além disso, surgiram denúncias de que uma das escolas ocupadas pelos estudantes teria sido invadida e depredada pelos próprios policiais para culpar os ocupantes.

    Questionado sobre estes supostos abusos, o secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Alexandre de Moraes, rebateu as críticas dizendo que os órgãos de segurança vêm agindo sem excessos e dentro das normas estabelecidas, impedindo que o direito de outras pessoas de se locomoverem seja atrapalhado pela obstrução das vias da cidade.

    Mais:

    Ajuda francesa contra terrorismo no Brasil aponta falha na segurança nos Jogos Rio 2016
    Brasil aceita ajuda da França para combater terrorismo nas Olimpíadas 2016
    Cidade Olímpica prepara esquema especial de segurança para combater violência nas praias
    Tags:
    bombas de efeito moral, bombas, repressão, estudantes, Polícia Militar, Agência Brasil, São Paulo, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar