12:53 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, com o Príncipe Akishino e sua esposa, a princesa Kiko, da Família Imperial Japonesa

    Brasil e Japão celebram 120 anos de relações diplomáticas

    Gilberto Marques / A2img
    Brasil
    URL curta
    Geórgia Cristhine
    8121

    O Príncipe Akishino, segundo na linha de sucessão do trono do Japão, e a Princesa Kiko estão no Brasil para uma visita de 11 dias, como parte das comemorações dos 120 anos do tratado de amizade, comércio e navegação entre Brasil e Japão, assinado em 5 de novembro de 1895, iniciando as relações diplomáticas entre as duas nações.

    Na época, o tratado trazia uma expectativa brasileira por imigrantes japoneses, pois o país sofria com falta de mão de obra rural e admitia imigrantes de diversos países. Hoje, o Brasil é o país que abriga a maior colônia japonesa no mundo, em que atualmente vivem quase 2 milhões de nipodescendentes. 60% deles estão localizados em São Paulo, Estado por onde começou a visita do Príncipe Akishino e da Princesa Kiko.

    Na ocasião, o casal foi recebido pelo Governador Geraldo Alckmin, no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo Paulista. Alckmin destacou a importância do tratado que deu início às relações diplomáticas entre Brasil e Japão, e lembrou os 100 anos da instalação do consulado japonês em São Paulo.

    O governador de São Paulo ressaltou a capacidade dos japoneses em manter suas tradições, mas ao mesmo tempo investir no desenvolvimento tecnológico.

    “Da terra do sol nascente admiramos muitas coisas, em particular sua capacidade de conciliar a tradição com a modernidade, e fazer disso um instrumento para a construção do futuro”, afirmou Alckmin.

    O governador paulista lembrou ainda a grande contribuição da cultura japonesa para o mundo:

    “Na ciência, no cinema, nas artes plásticas, na arquitetura, na tecnologia, por toda parte estão presentes a influência e o prestígio da comunidade japonesa”, afirmou.

    Esta é a segunda visita do Príncipe Akishino ao Brasil. A primeira aconteceu em 1988, quando ele veio para as celebrações dos 80 anos da chegada do “Kasato Maru”, o navio que trouxe os primeiros imigrantes japoneses ao Brasil.

    Em pronunciamento em São Paulo, o Príncipe Akishino agradeceu a recepção do Governo paulista aos imigrantes japoneses e encerrou o discurso desejando que “o Estado de São Paulo se desenvolva ainda mais e que aprofundemos ainda mais os nossos laços”.

    São Paulo foi o primeiro destino do casal imperial, que tem uma agenda intensa no Brasil até 8 de novembro. Nos 11 dias de estada no Brasil, o príncipe e a princesa vão visitar 10 cidades, entre elas Curitiba, Londrina, Campo Grande, Belém, Rio de Janeiro e Brasília. Na capital da República, o casal participará na sexta-feira, 6, de uma cerimônia no Congresso Nacional para celebrar os 120 anos de amizade entre os dois países e fará uma visita de cortesia à Presidenta Dilma Rousseff.

    Tags:
    Palácio dos Bandeirantes, Kasato Maru, Kiko, Akishino, Geraldo Alckmin, Campo Grande, Londrina, Curitiba, Belém, Rio de Janeiro, Brasília, São Paulo, Japão, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik