20:43 27 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    062
    Nos siga no

    Em até 60 dias, 13 estados brasileiros e o Distrito Federal poderão exportar carne in natura para os Estados Unidos, anunciou o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento nesta segunda-feira, 29 de junho. Atualmente, o país pode vender apenas carne industrializada para o mercado norte-americano.

    O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (Usda) publicou a decisão em seu site. Segundo o Ministério da Agricultura, o comunicado oficial com o reconhecimento da qualidade sanitária do rebanho brasileiro deve ser publicado amanhã, depois de 15 anos de negociação.

    A medida beneficia Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia, São Paulo, Sergipe e Tocantins. Segundo o ministério, as 14 unidades da Federação estão livres da febre aftosa e com a vacinação dos rebanhos em dia.

    Em comunicado, o Ministério da Agricultura informou que a liberação beneficia 95% da agroindústria exportadora brasileira. A pasta estima que, em até cinco anos, o Brasil esteja exportando 100 mil toneladas anuais de carne bovina para o mercado norte-americano. Caberá a cada unidade da Federação habilitar-se para a venda de carne in natura para os Estados Unidos. A resolução do Usda entrará em vigor nos próximos 60 dias, informou Agência Brasil. 

    Tags:
    Brasil, EUA, carne in natura, comércio bilateral, relações bilaterais, importação, exportação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar