08:04 17 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Bandeiras do Brasil e dos EUA

    Brasil tenta se reaproximar dos EUA

    © AP Photo/ Julio Cortez
    Brasil
    URL curta
    0 514

    O governo brasileiro começa nesta quarta-feira, 11 de fevereiro, oficialmente o movimento de reaproximação com os Estados Unidos com a primeira viagem de um ministro ao país desde a crise de 2013, quando se descobriu que os americanos tinham um esquema para espionar o governo brasileiro.

    O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Armando Monteiro Neto, chega a Washington com a missão de retomar negociações paradas e abrir caminho para melhorar a balança comercial com o americanos — em 2014, o Brasil teve déficit de quase US$ 8 bilhões no comércio com os EUA.

    O governo brasileiro começa nesta quarta-feira, 11, oficialmente o movimento de reaproximação com os Estados Unidos com a primeira viagem de um ministro ao país desde a crise de 2013, quando se descobriu que os americanos tinham um esquema para espionar o governo brasileiro.

    Todas as negociações entre Brasil e EUA ficaram paradas nesses dois anos. A intenção é que, nos próximos meses, consiga-se acelerar acordos suficientes para que Dilma e o presidente americano, Barack Obama, tenham o que assinar na visita de Estado que a presidente deve fazer a Washington no segundo semestre deste ano.

    O déficit comercial com os americanos já diminuiu. Fechou em US$ 7,97 bilhões em 2014, com uma corrente de comércio de US$ 62 bilhões. Em 2013, o déficit foi de US$ 11,36 bilhões, o maior desde 2008, último ano em que o Brasil conseguiu vender mais do que comprar dos EUA. 

    fonte: Estadão Conteudo

    Tags:
    comércio bilateral, comércio, EUA, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik