01:28 21 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Mundo em meio à pandemia da COVID-19 no fim de maio de 2021 (61)
    1122
    Nos siga no

    A Índia registrou mais de 8,8 mil casos de infecção por um fungo com alta taxa de mortalidade, conhecido como mucormicose ou "fungo preto", informou neste sábado (22) Sadananda Gowda, ministro indiano de Produtos Químicos e Fertilizantes.

    Gowda usou as redes sociais para atualizar a situação sobre a doença ainda no sábado (22) detalhando as ações do governo para deter o fungo.

    ​Após uma revisão detalhada do número crescente de casos de Mucormicose em vários estados, um total de 23.680 frascos adicionais de Anfotericina B [medicamento antifúngico] foram alocados para todos os estados/territórios hoje [sábado, 22]. A alocação foi feita com base no número total de pacientes, que é de aproximadamente 8.848 em todo o país.

    De acordo com os dados fornecidos pelo ministro, o estado com o maior número de infecções com o fungo é Gujarat com 2.281 casos, seguido de perto por Maharashtra, com 2.000. Outros estados gravemente afetados incluem Andhra Pradesh, Madhya Pradesh e Rajastão.

    A atual situação da Índia é delicada, uma vez que o país asiático tenta controlar um pico de COVID-19 que atualmente mantém uma média de mais de 4.000 óbitos diários, conforme dados do site Our World in Data.

    Paramédico usa oxímetro para medir o nível de oxigênio de paciente dentro da ambulância enquanto espera ser internado no hospital em Ahmedabad, Índia, 22 de abril de 2021
    © REUTERS / Amit Dave
    Paramédico usa oxímetro para medir o nível de oxigênio de paciente dentro da ambulância enquanto espera ser internado no hospital em Ahmedabad, Índia, 22 de abril de 2021

    A mucormicose é uma infecção fúngica rara, com mortalidade que gira entre 50% e 94%, dependendo do estágio da doença. O fungo pode se manifestar após o contato de esporos de fungos no ambiente ou após o fungo entrar na pele através de um corte, arranhão ou queimadura. Pessoas com diabetes e com sistema imunológico comprometido, incluindo aqueles em recuperação de COVID-19, correm maior risco de contrair a infecção do chamado "fungo preto".

    O embaixador indiano na Rússia, Venkatesh Varma, disse anteriormente que os médicos indianos estão em consulta com especialistas russos a respeito de possíveis métodos de tratamento da mucormicose.

    Tema:
    Mundo em meio à pandemia da COVID-19 no fim de maio de 2021 (61)

    Mais:

    Índia monitora exercícios militares sazonais da China em Ladakh e deixa forças reservas em alerta
    Como a parceria entre Brasil e Índia pode cooperar para o futuro da bioenergia?
    Crise na Índia: empresários pagam até 6.000 euros em jatos particulares para sair do país
    Tags:
    COVID-19, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar